Corinthians conquista o Brasileirão pela quinta vez

No dia da morte de Sócrates, Corinthians fica no 0 x 0 com o Palmeiras e conquista o seu quinto título do Brasileirão

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O dia 04 de dezembro de 2011 ficará para sempre marcado na memória dos 30 milhões torcedores do Corinthians no mundo. O time do gaúcho Tite empatou em 0 x 0 com seu maior rival na tarde desse domingo em pleno Pacaembu e se sagrou pentacampeão brasileiro. Antes do início da partida, os jogadores do alvinegro e a torcida presente no Pacaembu fizeram uma bela homenagem a Sócrates. O corinthianos respeitaram um minuto de silêncio com o braço estendido para o alto, em referência ao gesto do Doutor, que virou sua marca registrada.

 

O jogo - O Palmeiras era melhor no começo. Os dois primeiros arremates Patrik, mas não levaram perigo para Júlio César. O Corinthians cometia muitos erros de passe e não conseguia manter a posse de bola. O Palmeiras teve o melhor lance do clássico aos 41 minutos. Cicinho bateu de primeira de fora da área, a bola desviou e passou perto da trave alvinegra. No último minuto do primeiro tempo, o Corinthians quase abriu o placar: Após excelente troca de passes, Alessandro fez tabela com Willian dentro da área, que, na hora do chute, foi calçado por trás, mas o árbitro não marcou nada. Na sobra, Jorge Henrique bateu de primeira, mas a bola desviou no zagueiro e não entrou por muito pouco.

 

Segundo tempo - Aos dois minutos Valdivia cometeu uma entrada violenta em Jorge Henrique e foi expulso. Na etapa final o Corinthians era melhor, e aos 19 minutos Liédson fez uma jogada espetacular. Na direita, o camisa 9 executou um drible desconcertante no marcador e cruzou para a área. Deola chegou antes e afastou o perigo. Aos 25 minutos Alessandro recebeu cartão amarelo após falta em Luan. Na cobrança, Marcos Assunção cobrou na cabeça de Fernandão, que fez a bola explodir na trave. Na sobra, Luan chutou de primeira e a bola passou por cima do travessão. Apesar de ter o controle do jogo, o Corinthians estava muito nervoso e errava passes fáceis. Aos 43 minutos, Jorge Henrique segurou a bola no ataque e, após driblar o marcador, recebeu uma entrada dura. Os jogadores palmeirenses não gostaram e partiram para cima do atacante, e aí começou uma confusão generalizada. No final das contas, João Vitor e Leandro Castán foram expulsos. O Corinthians segurou o resultado e o árbitro apitou o final da partida. Depois de um confronto extremamente tenso, os 30 milhões corinthianos ao redor de todo o mundo puderam finalmente soltar o grito de campeão, pentacampeão!

Gostou? Compartilhe