Depois de "dia de Nadal", Marcos Daniel espanta zebra peruana

Por
· 3 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Depois de "dia de Nadal", Marcos Daniel espanta zebra peruana
Se na quarta-feira, Marcos Daniel venceu fácil, ontem o passo-fundense precisou virar o jogo para eliminar Ivan Miranda
Tenista número 2 do Brasil e 95º do mundo, o gaúcho Marcos Daniel alcançou as quartas de final do Brasil Open Series, que está sendo disputado no Graciosa Country Club. Nessa quinta-feira, o brasileiro espantou a zebra peruana, o tenista Ivan Miranda, que havia furado o qualfying, e com espetacular virada venceu a partida por 4/6 6/3 6/4. Daniel se junta a Ricardo Mello, Thiago Alves e Caio Zampieri, já classificados para as quartas.
O gaúcho de Passo Fundo começou mal o primeiro set, cometendo numerosos erros não forçados, que favoreceram o experiente jogador peruano, que acabou vencendo a primeira parcial. No segundo set, o brasileiro melhorou bastante, principalmente seu serviço e quebrou o do adversário logo no início, mantendo a diferença até o fim. No set decisivo, Daniel começou mais sólido e manteve a regularidade para superar o complicado peruano. "Hoje não comecei bem. Na estive tão sólido como nos jogos anteriores. Cometi muitos erros, não gosto de jogar assim. Felizmente, segurei a minha cabeça, num dia em que não estive tão inspirado. Sabia que o Miranda é um cara muito perigoso e que hoje jogou muito bem. Estou feliz de ter avançado", observou o integrante da equipe brasileira da Copa Davis.
Quarto favorito ao título, Daniel enfrenta nesta sexta-feira o espanhol Guillermo Alcaide. "É um cara (Alcaide) que saca muito bem e, aqui, o saque faz a diferença", disse. Usando toda a potência de seu serviço, uns dos melhores do torneio, Alcaide derrotou o esloveno Aljaz Bedene, por 7/6 (6) 6/2, num jogo que agradou o público que ocupou as arquibancadas da quadra 2. Alcaide, de 23 anos, natural de Madri, espera outro jogo difícil contra Daniel. "Será o meu primeiro confronto contra o Daniel. Sei que ele está em grande fase e que foi campeão de Blumenau na semana passada. Vai ser uma boa partida. Vou ver agora o que tenho que fazer para vencê-lo", analisou o espanhol.
Se na quarta-feira, Marcos Daniel venceu fácil, ontem o passo-fundense precisou virar o jogo para eliminar Ivan Miranda
Tenista número 2 do Brasil e 95º do mundo, o gaúcho Marcos Daniel alcançou as quartas de final do Brasil Open Series, que está sendo disputado no Graciosa Country Club. Nessa quinta-feira, o brasileiro espantou a zebra peruana, o tenista Ivan Miranda, que havia furado o qualfying, e com espetacular virada venceu a partida por 4/6 6/3 6/4. Daniel se junta a Ricardo Mello, Thiago Alves e Caio Zampieri, já classificados para as quartas.O gaúcho de Passo Fundo começou mal o primeiro set, cometendo numerosos erros não forçados, que favoreceram o experiente jogador peruano, que acabou vencendo a primeira parcial. No segundo set, o brasileiro melhorou bastante, principalmente seu serviço e quebrou o do adversário logo no início, mantendo a diferença até o fim. No set decisivo, Daniel começou mais sólido e manteve a regularidade para superar o complicado peruano. "Hoje não comecei bem. Na estive tão sólido como nos jogos anteriores. Cometi muitos erros, não gosto de jogar assim. Felizmente, segurei a minha cabeça, num dia em que não estive tão inspirado. Sabia que o Miranda é um cara muito perigoso e que hoje jogou muito bem. Estou feliz de ter avançado", observou o integrante da equipe brasileira da Copa Davis.Quarto favorito ao título, Daniel enfrenta nesta sexta-feira o espanhol Guillermo Alcaide. "É um cara (Alcaide) que saca muito bem e, aqui, o saque faz a diferença", disse. Usando toda a potência de seu serviço, uns dos melhores do torneio, Alcaide derrotou o esloveno Aljaz Bedene, por 7/6 (6) 6/2, num jogo que agradou o público que ocupou as arquibancadas da quadra 2. Alcaide, de 23 anos, natural de Madri, espera outro jogo difícil contra Daniel. "Será o meu primeiro confronto contra o Daniel. Sei que ele está em grande fase e que foi campeão de Blumenau na semana passada. Vai ser uma boa partida. Vou ver agora o que tenho que fazer para vencê-lo", analisou o espanhol.

Gostou? Compartilhe