Fifa apresenta logo oficial da Copa das Confederações

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A 500 dias da abertura da Copa das Confederações, a Fifa apresentou nesta quarta-feira (1) o emblema oficial do evento. A imagem traz uma estilização de um sabiá-laranjeira, uma das aves nativas da fauna brasileira.

Em 15 de junho de 2013, o Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, receberá a partida inaugural do campeonato. Os vencedores dos títulos continentais de cada uma das seis confederações, a atual campeã mundial Espanha e o Brasil, como país-sede, participarão. A final será em 30 de junho, no Maracanã.

A competição também terá como sedes Belo Horizonte e Fortaleza. Recife e Salvador ainda estão sujeitas à aprovação final da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo. O anúncio final das sedes será em junho deste ano.

As oito equipes serão divididas em dois grupos durante o sorteio final, que será realizado em São Paulo no dia 1º de dezembro. Os ingressos começam a ser vendidos pouco depois.

“Para nós do Comitê Organizador Local, a Copa das Confederações é muito mais do que um torneio preparatório para a Copa do Mundo da FIFA”, afirma o ex-jogador Ronaldo Nazário de Lima, membro do Conselho de Administração do COL. “Estamos empenhados em preparar uma grande festa no ano que vem, um verdadeiro festival de campeões.”

Além de Brasil e Espanha, três países conquistaram os títulos de suas confederações em 2011 e já garantiram vaga: o México, campeão da Copa Ouro da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf); o Japão, que venceu a Copa Asiática de Seleções, e o Uruguai, vencedor da Copa América. Os demais participantes serão os campeões da Copa Africana de Nações de 2013, da Copa das Nações da Oceania de 2012 e da Associação de Futebol da União Européia (Uefa) Euro 2012.

“Acho que teremos aqui no Brasil o grupo de seleções mais forte desde a criação do torneio”, opina Ronaldo. “Será uma grande oportunidade para os torcedores brasileiros assistirem a um futebol de alto nível nos novos estádios e mostrarem ao mundo um pouco da nossa hospitalidade.”

Cada vez maior

Desde sua criação em 1992 como a Copa do Rei Fahd, na Arábia Saudita, a Copa das Confederações é um sucesso de popularidade e se mostrou mais uma valiosa ocasião para que grandes seleções se reunissem num torneio oficial. A partir da edição da Coreia do Sul e Japão, em 2001, a competição se consolidou como um evento quadrienal, realizado no país-sede da Copa do Mundo, um ano antes. O conceito deu tão certo que os 16 jogos da edição da África do Sul 2009 foram transmitidos ao vivo para 149 territórios, com audiência de 550 milhões de pessoas.

A Copa das Confederações ainda merece carinho especial por parte do público brasileiro por causa dos grandes resultados da Seleção Brasileira, que conquistou três das oito edições, inclusive as duas últimas. “Trata-se de uma competição importantíssima, uma prévia da Copa do Mundo”, diz Ronaldinho, campeão da edição de 2005, ano em que foi eleito Jogador do Ano da Fifa pela segunda vez. “E esta próxima edição terá um gosto especial por ser no Brasil. Estou muito motivado por isso e espero disputar essa competição em 2013”, completou o atual camisa 10 do Flamengo.

Fonte:
Portal da Copa

Gostou? Compartilhe