Hoje tem mais Copa do Mundo

Por
· 4 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Os jogos
- Nigéria x Argentina (Grupo F), Estádio Beira-Rio, Porto Alegre, 13:00 (horário local)
- Bósnia x Irã (Grupo F), Arena Fonte Nova, Salvador, 13:00 (horário local)
- Honduras x Suíça (Grupo E), Arena Amazônia, Manaus, 16:00 (horário local)
- Equador x França (Grupo E), Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro, 17:00 (horário local)

Duas vagas e meia para as oitavas de final seguem abertas nos Grupos E e F. A França já está com um pé nos mata-matas. Após duas vitórias, a seleção francesa depende apenas de um empate diante do Equador para avançar. Pode passar até mesmo com uma derrota, desde que não seja por goleada. Se a equipe de Didier Deschamps perder e a Suíça bater Honduras, três seleções finalizarão a chave com seis pontos, e o saldo de gols é que decidirá — a França sobra por enquanto, com saldo positivo de 6, contra 0 do Equador e -2 da Suíça.

O vencedor deste grupo provavelmente evitará um confronto com a Argentina na próxima fase. A equipe de Alejandro Sabella está classificada e próxima da liderança do Grupo F, graças a duas vitórias comandadas por Lionel Messi. Para acabarem na ponta da chave, os argentinos precisam de pelo menos um empate diante da Nigéria, que pode ultrapassar os bicampeões se vencer o jogo em Porto Alegre. O Irã, por sua vez, ainda mantém chances de classificação. Terá de vencer a Bósnia e torcer por uma derrota da Nigéria diante da líder do grupo.

Você sabia?
A espera terminou
O gol de Carlos Costly na derrota de Honduras para o Equador por 2 a 1 encerrou um jejum do país de 511 minutos sem marcar gols em Copas do Mundo da FIFA. O último havia sido de Eduardo Laing, contra a Irlanda do Norte, em 20 de junho de 1982. Os hondurenhos ficaram a apenas sete minutos de superar o recorde negativo da Bolívia, que ficou 518 sem marcar em Copas do Mundo.

Nota dez
Os gols de Lionel Messi fizeram ressurgir a tradição artilheira dos camisas 10 da Argentina - um número temido pelos adversários da Albiceleste no passado. Ariel Ortega havia sido o último 10 a marcar pelos argentinos numa Copa do Mundo, diante da Jamaica, em 21 de junho de 1998. Ortega não balançou as redes em 2002, bem como Juan Román Riquelme em 2006 e Messi em 2010. O primeiro gol de Messi no Brasil 2014 foi também o seu primeiro em uma Copa do Mundo após 623 minutos de jejum. O último havia sido contra Sérvia e Montenegro, oito anos atrás.

Entrando na história
O atacante Vedad Ibisevic, que atua na Alemanha pelo Stuttgart, teve a honra de ser o autor do primeiro gol da Bósnia e Herzegovina em uma Copa do Mundo. Já Joseph Yobo deve se tornar o primeiro nigeriano a disputar 100 jogos pela seleção na partida contra a Argentina.

Segue o tabu
A França está há seis jogos invicta em partidas de Copa do Mundo contra adversários sul-americanos. Foram três vitórias e três empates desde a derrota por 2 a 1 para a Argentina durante a fase de grupos de 1978.

Jogadores suspensos
Yohan Cabaye (FRA)

Pendurados
- Jefferson Montero, Juan Paredes, Antonio Valencia e Enner Valencia (ECU)
- Patrice Evra, Paul Pogba (FRA)
- Jerry Bengtson, Victor Bernárdez, Boniek García e Luis Garrida (HON)
- Javad Nekounam, Masoud Shojael e Andranik Timotian (IRN)
- John Obi Mikel (NGA)
- Haris Medunjanin e Emir Spahic (BIH)
- Johann Djourou (SWI)

Você vai gostar de ver
"Não acho que a postura venha apenas com a idade", afirmou o zagueiro francês Raphael Varane, 21 anos, ao FIFA.com. "Pessoalmente falando, acho que é algo que eu sempre tive; é algo natural". Saiba mais o que Varane e seu colega de zaga Mamadou Sakho, 24 anos, conversaram conosco.

O FIFA.com também fez uma viagem recente à escolinha de futebol do Boca Juniors no Brasil. Uma equipe conversou com os técnicos e seus jovens atletas. Não perca! Afinal, não é todo dia que se vê um centro de treinamento argentino em terras brasileiras!

Zinedine Zidane completou 42 anos nesta semana, e o FIFA.com convida você a dar mais uma olhada em nossa entrevista com o craque francês durante o Sorteio Final da Copa do Mundo 2014. Zizou deu a sua opinião sobre o Brasil, um país que ele admira - e que o admira reciprocamente, apesar da dor causada à seleção canarinho nas Copas do Mundo de 1998 e 2006.

Nesse dia em...
1978, houve uma tarde de grande euforia no Estádio Monumental, em Buenos Aires. A Argentina bateu a Holanda por 3 a 1 na prorrogação, e conquistou seu primeiro título mundial. A situação política argentina era complicada na época, mas o artilheiro Mario Kempes deu à torcida motivos para comemorar ao marcar dois gols na decisão e terminar o torneio como artilheiro, com 6 gols. A Laranja merecia muito respeito por ter chegado pela segunda vez seguida a uma final de Copa do Mundo - isso que Johan Cruyff preferiu ficar em casa e não disputou aquele Mundial.

A Holanda frustrou a torcida argentina no tempo normal, antes de Kempes marcar seu segundo gol e Daniel Bertoni dar números finais ao placar. A Holanda se tornava a terceira seleção a perder duas finais de Copas do Mundo, junto com a Tchecoslováquia (1934 e 1962) e a Hungria (1938 e 1954). E eles ainda sofreriam uma terceira derrota em finais em 2010, ao perder para a Espanha por 1 a 0, também na prorrogação.

Divirta-se e ganhe prêmios
Desde 1982, a Bola de Ouro adidas foi concedida ao melhor jogador de cada edição da Copa do Mundo. Quem seguirá os passos de gigantes como Diego Maradona, Ronaldo e Zinedine Zidane ao receber a Bola de Ouro adidas no Brasil? Vote no vencedor da Bola de Ouro adidas! Você poderá ganhar o seu próprio pedaço da história da Copa do Mundo: uma bola utilizada na grande final da Copa do Mundo 2014, que ocorrerá no Maracanã, no dia 13 de julho!

 

Gostou? Compartilhe