Passo Fundo Futsal define rumos

De acordo com o boletim médico sete jogadores permanecem em recuperação

Por
· 1 min de leitura
Attílio Gonçalves: atividades suspensas no CapinguíAttílio Gonçalves: atividades suspensas no Capinguí
Attílio Gonçalves: atividades suspensas no Capinguí

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Após o trágico acidente com a delegação do Passo Fundo Futsal, na madrugada do último domingo, agora o clima de consternação dá espaço para a reabilitação no Ginásio Capinguí. A morte do jovem atleta Pablo Radaelli desestruturou o grupo. Sete atletas, quatro integrantes da comissão técnica e dois conselheiros sofreram lesões no acidente. Na terça-feira, as atenções estavam voltadas para um boletim médico e uma reunião para avaliar o futuro. De acordo com o presidente Attílio Gonçalves “todas as atividades esportivas estão suspensas no Capinguí, inclusive das categorias de base. Por 15 dias a equipe não terá nenhum jogo”. Porém, diante das condições físicas e psicológicas do elenco, Attílio quer tentar o adiamento de mais jogos junto à Liga Gaúcho. Como alguns atletas necessitam um período de 20 a 30 dias parra recuperação, o presidente disse que “é possível que vamos a busca de reforços o mercado, além de aproveitar atletas do Sub-20”.

Sem previsão
No elenco o caso mais grave é o de Rafa Missio, com trauma na clavícula e lesão ligamentar na mão. O atleta deve realizar novos exames e pode passar por cirurgia. Ainda não há uma previsão de quando poderá retornar ao futsal.

Trinta dias
A previsão é de que os atletas Dilvo e Romarinho retornem ao trabalho em 30 dias. Dilvo, com lesões no braço, será submetido à cirurgia, enquanto Romarinho teve trauma na clavícula.

Quinze a vinte dias
Gabriel Bortolon tevê fratura na mão e para por 20 dias. Ceccatto, com lesões, escoriações e luxação, tem previsão inicial de retorno em 15 dias.

Dez dias
Gui Fávero e Levy, que sofreram escoriações, devem estar aptos em dez dias.

Sem ferimentos
Os atletas Ângelo, Brock, Farinha, Ribeirão, Túlio e Vini Diering não tiveram lesões e estão aptos fisicamente para retornar aos trabalhos.


Comissão e conselheiros
O roupeiro Sandi Vieira ainda não tem previsão de retorno. Ele sofreu lesões torácicas, mas não teve fraturas nos braços como fora divulgado anteriormente. O preparador de goleiros Kleber Oliveira, com trauma no joelho, ficará afastado por 15 dias. O preparador físico Fernando Matzenbacher teve escoriações e hematomas e ficará por 10 dias em repouso. O técnico Juninho teve trauma na clavícula e hematomas, mas já está em condições de trabalhar. Os conselheiros André Rodighiero, com hematomas, e Diego Di Domênico, com fratura de costela, também já foram liberados.

 

 

Gostou? Compartilhe