Suíça e Honduras ficam no 0 x 0 e caem merecidamente

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Com um futebol rídiculo, Suíça e Honduras até que fizeram um jogo bem aberto. Espaços não faltavam, mas habilidade era algo praticamente inexistente em Bloemfontein. Os atacantes chegavam na frente do gol e não conseguiam ser perigosos. Resultado: 0 x 0 e ambas as equipes eliminadas.

Primeiro tempo

A Suíça começou bem melhor e aos 11 minutos quase abriu o placar com o capitão Ilner, que apareceu na meia-lua e chutou com perigo, à esquerda do goleiro hondurenho Valladares. Cinco minutos depois foi a vez de Derdiyok quase marcar o primeiro. Ele cabeceou muito bem um cruzamento de Barnetta, tirando tinta da trave.
Aos 44, Ziegler cobrou falta para a área e Nkufo cabeceou erradamente, para fora. Um minuto antes, o camisa 10 já havia feito a opção errada ao tentar dominar no peito bola que deveria finalizar com uma testada.
Enfim, o primeiro tempo foi um dos mais chatos do Mundial 2010. Talvez um dos mais monótonos da história das Copas do Mundo.

Segundo Tempo

Honduras, que era inofensiva, voltou surpreendendo e com oito minutos não abriu o placar pela incompetência de seu maior astro, o atacante David Suazo. Na linha da pequena área, ele recebeu cruzamento e conseguiu cabecear para fora. Um gol feito.
A resposta suúça veio aos 14 minutos, quando Barnetta surgiu na meia-lua após tabelar com Derdiyok. O arremate, porém, foi muito fraquinho e seu destino foi o meio do gol. Deridyok, pouco depois, deu outro chute no meio do gol.
Honduras seguia mandando na partida e aos 26 minutos Álvarez perdeu chance incrível. Depois de receber um passe açucarado de Suazo, ele ficou livre e soltou a bomba. Benaglio, porém, fez defesa milagrosa.
Principal jogador da Suíça, Frei entrou aos 24 minutos e em pouco tempo finalizou duas vezes com perigo. Primeiro ele recebeu passe rasteiro de Barnetta e chutou para o alto. Depois, ele não chegou no tempo certo de uma bola cruzada por Yakin.
Nos acréscimos, Turcios apareceu pela direita e, com um chute cruzado ganhou escanteio. Na cobrança, Welcome por pouco não raspou na bola e fez o gol da vitória hondurenha.

Gostou? Compartilhe