Time escalado

No 1º coletivo em solo africano, técnico escala time que pretende mandar a campo na estreia

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A seleção brasileira já está escalada para sua estreia na Copa do Mundo da África do Sul, contra a Coreia do Norte, no dia 15 de junho. Ao menos, foi a impressão deixada após o primeiro coletivo dirigido ontem pelo técnico Dunga, em solo africano, no qual Michel Bastos largou na frente de Gilberto na disputa pela vaga na lateral esquerda.

O time titular teve Julio Cesar, Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká; Robinho e Luís Fabiano. Kaká saiu-se bem, aguentou firme até o fim, mas em alguns lances deixou a impressão de estar se poupando, principalmente nas divididas. Robinho, que, entre outras belas jogadas de ataque, deixou Luís Fabiano na cara do gol, foi o destaque do coletivo sem gols. O lateral Maicon também teve boa participação.Dunga orientou o time titular a marcar forte, desde a saída de bola do adversário. A equipe reserva adotou a postura que espera-se dos norte-coreanos, na estreia, no Ellis Park: um time fechado, explorando os contra-ataques. Os reservas treinaram com Gomes, Daniel Alves, Luisão, Thiago Silva e Gilberto; Josué, Kleberson, Ramires e Julio Baptista; Nilmar e Grafite. Nas jogadas de bola parada, Elano foi o mais exigido. Encerrado o coletivo na Randburg High School, ele fez um belo gol, em cobrança de falta, e ainda treinou também pênaltis, acertando duas de suas três tentativas. Luís Fabiano converteu três dos cinco pênatis que cobrou, e Robinho chutou três vezes para acertar uma.

Gostou? Compartilhe