Fora de casa, Grêmio perde para Santos

Ambos os gols do time da casa foram marcados por Marinho, de pênalti

Por
· 2 min de leitura
Diego Souza foi o autor do gol gremista na Vila Belmiro (Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA)Diego Souza foi o autor do gol gremista na Vila Belmiro (Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA)
Diego Souza foi o autor do gol gremista na Vila Belmiro (Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA)

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Pela 15ª rodada do Brasileirão, o Grêmio encarou o Santos, na Vila Belmiro, e perdeu pelo placar de 2 a 1. Os gols da equipe mandante foram anotados pelo ex-jogador do Grêmio, Marinho. O tricolor marcou seu gol com Diego Souza. A partida teve início às 16h, neste domingo (11). Com o resultado, o Grêmio perdeu nova oportunidade de alcançar a primeira metade da tabela no campeonato e segue com 17 pontos.


Primeiro tempo

Desde o início da primeira etapa, o Santos controlou as principais ações ofensivas da partida. Não demorou muito para que o alvinegro praiano achasse sua primeira chance de perigo no confronto, que veio logo aos três minutos, em boa oportunidade desperdiçada por Kaio Jorge. O mesmo viria a ter outra boa oportunidade alguns minutos depois, aos 14, em lance que terminou com boa defesa de Vanderlei. Kaio Jorge ainda seria protagonista do lance que originou o pênalti para a equipe mandante. Aos 18 minutos, o jogador cruzou para a área e a bola pegou na mão de Paulo Miranda. O ex-atleta do tricolor, Marinho, foi para a cobrança da penalidade e, de cavadinha, não desperdiçou, abrindo o placar para o Santos.

Após o gol, o Santos cresceu na partida e voltou criar novas chances para ampliar o placar, incluindo uma bola na trave. A primeira chegada com perigo do Grêmio veio apenas aos 31 minutos, após escanteio cobrado por Robinho e boa cabeçada de Diego Souza, que mandou a bola a centímetros do gol de João Paulo. O tricolor ainda criaria mais uma boa chance, através de Lucas Silva, que arriscou de fora da área e obrigou o goleiro santista a fazer a defesa.


Segundo tempo

Na segunda etapa, a trave voltou a aparecer no jogo, mais uma vez salvando o tricolor gaúcho. Em boa trama ofensiva, Jean Mota recebeu a bola na esquerda, cruzou para o centro da área e encontrou Marinho, que carimbou a bola no travessão. Apesar de algumas chegadas de perigo ao gol santista, as dificuldades do Grêmio na criação de jogadas, vistas no primeiro tempo, continuaram em parte da segunda etapa. Porém, aos 28 minutos, o Grêmio conseguiu boa jogada pela esquerda com Pepê, que encontrou Diego Souza entrando no centro da grande área. O centroavante chutou com precisão, para colocar a bola no canto do goleiro adversário, empatando o confronto.

Entretanto, o Grêmio não teve tempo para comemorar o gol. Quatro minutos depois, aos 32, Marinho recebeu carrinho por trás de David Braz. Após consulta ao VAR, o árbitro assinalou, pela segunda vez na partida, a penalidade máxima. Marinho, novamente, aproveitou bem a cobrança e marcou o gol. 2 a 1 para o Santos. Mesmo nos acréscimos, o drama da partida ainda não havia acabado. Após bate rebate na área santista, a bola sobrou para Maicon, que da entrada da área, chutou forte para uma bela defesa de João Paulo. Quando parecia que o jogo já havia terminado, ainda houve tempo para uma entrada forte de David Braz em Marinho, que resultou na expulsão do capitão gremista na tarde.

O Grêmio agora volta a campo na próxima quarta-feira (14), contra o Botafogo. O jogo será disputado na Arena.


Ficha técnica

Santos: João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres, Felipe Jonatan (Laércio); Jobson, Diego Pituca, Marinho, Jean Mota (Madson), Arthur Gomes; Kaio Jorge (Lucas Lourenço).

Grêmio: Vanderlei; Orejuela, Paulo Miranda (Rodrigues), David Braz (C), Cortez (Diogo Barbosa); Lucas Silva (Maicon), Thaciano, Luiz Fernando, Robinho (Isaque), Pepê; Diego Souza (Everton).

Gols: Marinho (x2); Diego Souza.

Cartões amarelos: Jobson, Marinho; Robinho, David Braz (x2), Rodrigues.

Cartão vermelho: David Braz.



Gostou? Compartilhe