Kannemann está à disposição para enfrentar o São Paulo hoje

Por
· 1 min de leitura
Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPAFoto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Você prefere ouvir essa matéria?

Visando se aproximar do G6 do Campeonato Brasileiro, o Grêmio enfrenta o São Paulo, neste sábado, às 21 horas, no Estádio do Morumbi. O último treino antes da partida aconteceu na manhã desta sexta-feira (16), em Porto Alegre. A delegação viajou logo após ao meio dia.

A atividade em campo foi de um trabalho tático, comandado pelo técnico Renato Portaluppi, que encaminhou o time e fez os últimos ajustes para o duelo que pode deixar a equipe cada vez mais perto do G6. A tendência é a utilização de força máxima, apenas com a ausência do centroavante Diego Souza, que cumprirá suspensão após ser expulso na vitória por 3 a 1 sobre o Botafogo, na última quarta-feira. A novidade é o retorno do zagueiro Walter Kannemann, que após ter sido infectado pela Covid-19, viaja com a delegação e está à disposição.

O Tricolor ocupa a 11ª colocação com 20 pontos, apenas quatro atrás do Santos, o primeiro posicionado na zona de classificação à Libertadores, o G6. Se vencer o próximo duelo com o São Paulo, que é o 4º colocado, com 26, o Grêmio pode subir até quatro posições na tabela, contando com resultados paralelos.

Titular na última partida contra o Botafogo e que vem intercalando a posição com Orejuela, Victor Ferraz falou em entrevista coletiva. Entre os assuntos, falou sobre esse revezamento na posição, momento do Grêmio e projeção da partida deste sábado. “São dois times que gostam da bola, que prezam por ter ela e que se defendem com a bola também. O São Paulo tem um estilo diferente de jogar, eles têm a posse de bola e se arriscam também no seu campo. A gente trabalhou em cima disso pra tentar tirar proveito. Tem tudo para ser um grande jogo”, projetou Ferraz. 

Gostou? Compartilhe