Diego Aguirre está de volta ao Internacional

Técnico retoma história no Beira-Rio: “atitude e determinação total não se negociam”

Por
· 1 min de leitura
Técnico retoma história no Beira-Rio: “atitude e determinação total não se negociam”Técnico retoma história no Beira-Rio: “atitude e determinação total não se negociam”
Técnico retoma história no Beira-Rio: “atitude e determinação total não se negociam”
Você prefere ouvir essa matéria?

Chega o momento de recomeçar e superar adversidades. Duas características que fecham perfeitamente com o perfil de Diego Aguirre, novo treinador colorado, apresentado oficialmente na segunda-feira (21/06). Uruguaio de histórica ligação com o clube, chega com contrato até o final de 2022 junto com sua comissão técnica, formada pelo auxiliar Juan Verzeri e o preparador físico Fernando Piñatares, além de Paulo Paixão, coordenador de preparação física que também volta ao Beira-Rio. É o retorno do uruguaio à casamata colorada. Em 2015, comandou o Inter no título gaúcho e na campanha semifinalista da Copa Libertadores, além de dar sequência e protagonismo a diversos novos talentos. Como jogador, atuou no Beira-Rio entre 1988 e 89, participando, inclusive, do histórico Gre-Nal do Século. O treinador já começa a trabalhar junto ao elenco colorado no treino desta terça-feira e tem sua reestreia marcada para quinta, às 19h, em duelo com a Chapecoense, na Arena Condá, pelo Brasileirão.

 

Confiança no trabalho

“Podemos resumir esse momento em duas palavras: reconexão e superação. Reconexão com o que é o Inter, com o torcedor, com as vitórias e conquistas. Superação pelos desafios que teremos, Brasileiro e Libertadores, e, acima de tudo, pela grandeza do Internacional. Também, são duas palavras que têm a cara, a imagem e trajetória do Diego Aguirre”, disse o presidente do clube, Alessandro Barcellos, durante a apresentação. A direção de futebol frisou a confiança no trabalho da nova comissão técnica. O diretor executivo Paulo Bracks ressaltou a negociação rápida em função do interesse mútuo e o vice de futebol, João Patrício Herrmannn, a nova oportunidade que clube e treinador terão pela frente.

 

Retorno à casa

Aguirre sente-se em casa. “Estou muito feliz de voltar à casa. Sinto uma emoção muito grande de ter essa nova oportunidade. Me lembro que tive a sorte, quando menino, de o Internacional me abrir as portas do futebol brasileiro. Em 2015, mais uma vez abriu as portas como treinador. Agora, novamente, estou em casa. Ficaram coisas importantes para se fazer aqui.”

Gostou? Compartilhe