Seleção Brasileira empata com o Equador

Equipe do técnico Tite é líder e já estava classificada

Por
· 1 min de leitura
 Éder Militão marcou o gol do Brasil - Foto - Lucas Figueiredo/CBF Éder Militão marcou o gol do Brasil - Foto - Lucas Figueiredo/CBF
Éder Militão marcou o gol do Brasil - Foto - Lucas Figueiredo/CBF
Você prefere ouvir essa matéria?

 Líder do Grupo B e já classificada para as quartas de final da  Copa América, a Seleção Brasileira entrou em campo na noite deste domingo (27), diante do Equador, pela quinta e última rodada da primeira fase. No Estádio Olímpico, em Goiânia, a equipe comandada por Tite empatou em 1 a 1 com gol de Éder Militão – Mena marcou para os equatorianos. Com o resultado, o Brasil avançou na competição com dez pontos e no primeiro lugar do Grupo B – foram três vitórias, um empate, dez gols marcados e apenas dois sofridos. A partida das quartas de final será na próxima sexta-feira (2), no Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O adversário será conhecido ao fim da rodada do Grupo A, marcada para as 21h desta segunda-feira (28).

O jogo

Precisando do resultado para avançar na competição, o Equador começou o jogo mais ofensivo e, em dez minutos, chutou a gol em duas oportunidades com Valencia e uma com Palacios. O Brasil seguiu com mais posse de bola e buscando espaços. Aos 26, Renan Lodi partiu em velocidade pela esquerda e passou para Everton, que brigou pela bola. Gabi pegou a sobra e tocou para trás, onde Lucas Paquetá chegou finalizando com muito perigo próximo ao gol. E, aos 36, Everton cobrou falta no meio da área, direto na cabeça de Éder Militão, que colocou a Canarinho na frente: 1 a 0. Administrando a vantagem e sem dar espaços aos adversários, a equipe comandada por Tite foi para o intervalo com a vitória parcial. Ainda com chances de classificação na competição, o Equador voltou para o segundo tempo pressionando e empatou o jogo aos sete minutos. Valencia desviou de cabeça após cruzamento na área, e Mena pegou a sobra para deixar tudo igual.

 Brasil

O Brasil teve Alisson; Emerson, Éder Militão, Marquinhos e Renan Lodi (Danilo); Fabinho, Douglas Luiz (Casemiro) e Lucas Paquetá (Everton Ribeiro); Everton (Richarlison), Gabi e Roberto Firmino (Vinicius Junior).

Gostou? Compartilhe