Grêmio vence LDU no Equador

Tricolor abre vantagem nas oitavas da Sul-Americana

Por
· 1 min de leitura
Foto - Lucas Uebel-GFBPAFoto - Lucas Uebel-GFBPA
Foto - Lucas Uebel-GFBPA
Você prefere ouvir essa matéria?

 O Grêmio venceu a LDU por 1 a 0, nesta terça-feira (13), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O Tricolor estava há cinco partidas em jejum, mas encontrou o caminho da vitória com um gol de Léo Pereira no Estádio Casablanca, na altitude de 2,8 mil metros de Quito, no Equador. Foi o primeiro triunfo sob o comando de Luiz Felipe Scolari, que havia estreado com empate no Gre-Nal. Os gaúchos estão em vantagem no mata-mata. Podem empatar o segundo duelo para se classificar. Derrota por 1 a 0 leva aos pênaltis. O Tricolor pode ser eliminado em caso de derrota por um gol de diferença a partir de 2 a 1, pois o gol marcado fora de casa é critério de desempate. O jogo de volta está marcado para a próxima terça-feira (20), às 19h15, na Arena. Antes, o Grêmio tem um compromisso pelo Brasileirão. No sábado (17), às 21h, visita o Fluminense, no Rio de Janeiro, pela 12ª rodada.

 O jogo

Felipão colocou um time modificado em campo em relação ao Gre-Nal de sábado. Ruan, Lucas Silva, Vanderson, Jean Pyerre e Léo Pereira foram alçados à equipe titular. Curiosamente, o gol tricolor saiu dos pés dos três últimos. Aos 18 minutos, Vanderson iniciou o contra-ataque pelo lado direito. O lateral lançou Jean Pyerre com muita força, mas o meia conseguiu evitar a saída de bola pela lateral e cruzou para a área. Léo Pereira aproveitou e cabeceou com firmeza: 1 a 0 e o primeiro gol gremista depois de cinco jogos sem marcar. Assim como no clássico do fim de semana, Gabriel Chapecó se destacou. O goleiro fez ao menos três defesas importantes e garantiu a vantagem parcial no placar. No segundo tempo, a LDU pressionou bastante, mas não acertou o alvo. Chapecó não fez intervenções difíceis e viu um chute e um cabeceio passarem próximos ao gol. Fora isso, o Grêmio conseguiu controlar a partida e ainda teve, nos acréscimos, a chance de ampliar. No entanto, Ricardinho, que havia entrado minutos antes, perdeu uma chance cara a cara com o goleiro. Oportunidade perdida, mas vitória garantida na altitude de Quito.

 

Gostou? Compartilhe