Inter ganha do Fluminense por 4 X 2

Em final de jogo eletrizante, Colorado garante três pontos e bate o Fluminense no Beira-Rio

Por
· 1 min de leitura
Foto: Ricardo Duarte/SCIFoto: Ricardo Duarte/SCI
Foto: Ricardo Duarte/SCI
Você prefere ouvir essa matéria?

Com boa dose de emoção, o Colorado superou o Fluminense, na noite deste domingo (15/08), por 4 a 2. Edenilson, duas vezes, Yuri Alberto e Paolo Guerrero marcaram os gols do Inter, que garantiu o triunfo com dois gols nos acréscimos e chegou à segunda vitória consecutiva no Nacional.

O Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (22/08), às 18h15, pela 17ª rodada do Brasileirão. Na Vila Belmiro, o Colorado visita o Santos em confronto direto, uma vez que o Inter agora é nono com os mesmos 21 pontos do Santos, mas à frente na tabela pelos critérios de desempate.

Inter começa melhor, Fluminense pressiona no final

Disposto com a mesma formação que goleou o Flamengo na rodada passada, o Inter abriu o placar logo aos sete, quando Edenilson recebeu cruzamento de Cuesta e desviou no contrapé do goleiro. A mudança no placar motivou postura mais ofensiva do Fluminense, mas incapaz de criar grandes oportunidades nos movimentos seguintes ao tento colorado, que presenciaram controle dos comandados de Diego Aguirre.

Superada a casa dos 25 minutos, o jogo voltou a presenciar grandes emoções, mas estas criadas pelo Clube do Povo. Bem postado, o Inter forçou seguidos erros do rival, respondidos com a velocidade de Taison na construção de contra-ataques. A oportunidade mais clara, que contou com drible do 10 vermelho no goleiro, foi cortada, em cima da linha, pelo zagueiro Nino.

As chances que faltaram aos visitantes durante os 40 minutos iniciais apareceram em grande volume nas vésperas do intervalo. Logo na primeira, Yago, servido por André, marcou o de empate do Fluminense. Depois, Abel Hernández ainda construiria bom movimento de pivô, mas defendido, com o pé, por Daniel.

Foi com emoção!

Na etapa final, quem começou melhor foi o Fluminense, que criou boas chances na primeira dezena de minutos. Uma vez mais, porém, a máxima de que quem não faz, leva, foi posta à prova. Após grande troca de passes pelo corredor esquerdo, Moisés escapou em direção à linha de fundo e cruzou rasteiro, na medida para Yuri desviar para as abertas redes visitantes.

Os contra-ataques, então, apareceram novamente, mas teimaram em não entrar. Até por isso, o tento de Nino, aos 38, tomava contornos de injusto castigo ao Colorado. Injusto e, felizmente, não confirmado, graças à genial percepção de Edenilson, que recebeu nova assistência de Cuesta para, já nos acréscimos, marcar o terceiro. Que não foi o último.

Guerrero merecia deixar o seu. Recuperado de lesões que prejudicaram seu primeiro semestre de temporada, o camisa nove colorado recebeu bom passe de Palacios após escanteio de Fluminense. Com campo aberto pela frente, o peruano avançou até a grande área carioca e, pela direita do retângulo, finalizou forte, rasteiro e indefensável. Agora sim, placar encerrado: Inter 4 a 2!


Gostou? Compartilhe