Inter abre returno com vitória de 1 a 0 em cima do Sport

Por
· 1 min de leitura
Foto: Ricardo Duarte/SCIFoto: Ricardo Duarte/SCI
Foto: Ricardo Duarte/SCI
Você prefere ouvir essa matéria?

Com gol de Patrick logo aos três minutos, o Inter superou o Sport, na noite desta segunda-feira (13/09), pelo placar de 1 a 0. A vitória, conquistada na Ilha do Retiro, leva o Clube do Povo aos 26 pontos, e deixa o time de Aguirre na nona colocação. No próximo domingo (19/09), o Colorado recebe o Fortaleza, às 11h, pela 21ª rodada do Brasileirão.

O Inter foi a campo com novidades. Sem Dourado, Aguirre devolveu Edenilson para a segunda função do meio de campo e colocou Caio Vidal na ponta-direita. Patrick seguiu na esquerda, e Yuri permaneceu no comando de ataque. Com esse desenho, o trio ofensivo funcionou logo aos três, quando Caio acionou Yuri. Na área rival, o camisa 11 serviu nosso Pantera, que abriu o placar para o Clube do Povo na Ilha do Retiro.

O Sport armou forte pressão nos minutos que sucederam o tento de Patrick. A falta de eficiência, porém, abreviou o sonho do empate, tornando o Leão, desiludido, menos agressivo em campo, ofensivamente restrito a explorar o pivô dos centroavantes Mikael e André. Também a dupla foi incapaz de igualar o marcador, que seguiu em 1 a 0 para o Inter até o início do intervalo.


Sport pressiona, Inter segura

A agressividade que faltou ao time da casa na etapa inicial se fez presente no segundo tempo. Dos vestiários, o Sport regressou com a entrada de Paulinho Moccelin no lugar de Sabino, desfazendo o esquema com três zagueiros e adicionando força ao ataque, que passou a incomodar o Internacional. Ainda mais ofensivo na reta final do confronto, quando Thiago Neves, Everaldo e Tréllez foram alçados a campo, o Leão, de fato, criou suas chances, mas esbarrou seguidas vezes em Daniel, além de parar na trave, e seguiu zerado no marcador.

Quem balançou as redes no segundo tempo foi Yuri Alberto, mas em lance anulado por impedimento do avante colorado. Com espaço para os contra-ataques, o Inter também assustou com Guerrero, interrompido por milagre de Mailson, e uma vez mais Yuri, que mandou pela linha de fundo chance importante. Felizmente, as oportunidades não fizeram falta, e o Clube do Povo chegou ao seu sexto jogo de invencibilidade no Nacional.


Gostou? Compartilhe