Famurs apoia projeto da Justiça Eleitoral

Por
· 1 min de leitura
Nos próximos dias, deverá ser assinado um termo de cooperação entre a Famurs e o TRE-RSNos próximos dias, deverá ser assinado um termo de cooperação entre a Famurs e o TRE-RS
Nos próximos dias, deverá ser assinado um termo de cooperação entre a Famurs e o TRE-RS
Você prefere ouvir essa matéria?

O presidente da Famurs, Salmo Dias, recebeu, nesta terça-feira (25/7), o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), Carlos Marchionatti, e os coordenadores da Escola Judiciária Eleitoral do TRE-RS, Eduardo Silva e Cristiano Boiko. Durante o encontro, realizado na sede da Federação, os representantes do tribunal apresentaram a Escola Judiciária Eleitoral ao dirigente da Famurs. “Queremos munir os prefeitos de informações preventivas referentes ao pleito, a fim de diminuir o número de casos que precisam ser julgados”, resumiu Silva. Entusiasmado com a iniciativa, Salmo, garantiu o apoio da Famurs ao projeto. “Queremos uma atitude propositiva frente aos problemas. Precisamos orientar para evitar que os problemas aconteçam”, salientou Salmo. Nos próximos dias, deverá ser assinado um termo de cooperação entre a Famurs e o TRE-RS para oficializar o apoio da Federação.

A resolução do Tribunal Superior Eleitoral 23.422/2014, que visa correções em zonas eleitorais no país também foi tema da reunião. Segundo o presidente do TRE-RS, a medida irá prejudicar os moradores de pequenos municípios que precisarão se deslocar até grandes centros para o recadastramento. “Isso não ocasiona um impeditivo, mas será um obstáculo”, alertou. A Famurs já solicitou uma audiência com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, para tratar do assunto. O encontro irá acontecer em Brasília, no dia 8 de agosto. “Quando o presidente de um órgão representativo como a Famurs fala com uma autoridade, está falando em nome das comunidades. Estaremos levando essa preocupação ao ministro”, esclareceu Salmo.

Gostou? Compartilhe