Abastecido por inteligência artificial, chatbot em sites do governo do RS reponde dúvidas sobre coronavírus

Chatbots simulam um ser humano em um processo de conversação

Escrito por
,
em
Recurso está disponível na plataforma rs.gov.br e no site da Secretaria da Saúde

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir sua matéria?

O governo do Estado lançou nesta quinta-feira (2/4) um dispositivo de inteligência artificial (chatbot) destinado a responder perguntas sobre o tema coronavírus na plataforma rs.gov.br e no site da Secretaria da Saúde. Ao acessar um deles, um ícone aparece no canto da tela.

O chatbot poderá responder a questionamentos sobre a transmissão do vírus, os principais sintomas da doença, as formas de prevenção e o avanço da Covid-19, por exemplo. A ferramenta foi lançada em transmissão ao vivo pelas redes sociais com o governador Eduardo Leite relatando atualizações sobre o combate à pandemia no Estado.

O chatbot apoia-se nas bases de dados médicas e científicas sobre o tema Covid-19, divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelas principais autoridades da área. O dispositivo, que usa conceitos gerais de machine learning e inteligência artificial na sua estrutura, tem ainda a habilidade de “aprender” e qualificar suas respostas de forma permanente, na medida em que interage com os usuários. Todas as informações foram e continuarão sendo continuamente validadas pela Secretaria da Saúde.

O sistema robotizado é resultado de parceria entre a Secretaria da Saúde, principal idealizadora e responsável pela validação de todas as informações técnicas e científicas, a Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), responsável pela governança de TI do RS e gestora da plataforma rs.gov.br, a Procergs, que integrou a solução com os portais do Estado, e a empresa gaúcha 4All Tecnologia, que ofereceu a ferramenta de chatbot gratuitamente ao Estado.

Chatbots são programas de computador que tentam simular um ser humano em um processo de conversação. O objetivo é responder a diversas perguntas de tal forma que os usuários tenham a impressão de estar conversando com uma pessoa do outro lado.

Gostou? Compartilhe