Destinos de exportação constatam aumento na movimentação deste ano no Porto do Rio Grande

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O Porto do Rio Grande constata, anualmente, números expressivos no setor de exportações entre os mais variados nichos de mercadorias. Entre os principais destinos estão a China, Eslovênia, Espanha, Japão e Estados Unidos, respectivamente.

A China lidera o ranking do Porto do Rio Grande. Considerada a principal parceira comercial do Brasil, movimentou só no primeiro trimestre 2.299.223 toneladas em carga com destaque para a soja em grão, que até o momento somou 2.009.797 toneladas, ou seja, 87,42% do valor total. Em 2017, o total havia sido 1.386.395 toneladas, o que demonstra um aumento significativo para este ano.

A Eslovênia e o Japão, que ocupam o segundo e o quarto lugar no ranking, importaram mercadorias direcionadas entre o primeiro trimestres de 2017 e 2018. A Eslovênia se deteve ao farelo de soja movimentando 233.049 toneladas no primeiro trimestre deste ano, demonstrando um aumento de 47,84% em relação ao mesmo período do ano passado, totalizado em 157.635 toneladas.

O Japão, costumeiramente, movimenta cavacos de madeira e celulose no primeiro trimestre do ano, tendo uma constância no valor final. Este ano foram movimentas 164.396 toneladas de carga.

A Espanha, dotada em terceiro lugar, movimenta uma gama de produtos variados. Fazendo o comparativo entre os trimestres, os produtos em comum foram apenas a celulose e a madeira cerrada. Neste ano foram movimentadas 166.493 toneladas de carga geral, um aumento de 10,18% em relação ao mesmo trimestre no ano passado.

Por fim, os Estados Unidos, em quinto lugar, importou praticamente a mesma quantidade em relação aos trimestres. O valor final neste trimestre foi de 160.659 toneladas movimentadas.

Gostou? Compartilhe