Emater recebe mais de oito mil pedidos de Proagro

Conforme o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar na quinta-feira (06/11), as produtividades das lavouras de trigo, assim como a qualidade do grão, continuam oscilando bastante em função dos problemas enfrentados pela cultura ao longo do ciclo, principalmente com o excesso de umidade.

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Com 50% da safra de trigo já colhida no Rio Grande do Sul, começa a aumentar o número de pedidos de Proagro por parte dos triticultores. Até o dia 5 de novembro, segundo a Gerência Técnica da Emater/RS-Ascar, foram recebidas 8.110 comunicações solicitando acesso ao seguro agrícola, número que tende a aumentar, uma vez que não estão computadas as regiões administrativas da instituição de Pelotas e Santa Maria. 

Conforme o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar na quinta-feira (06/11), as produtividades das lavouras de trigo, assim como a qualidade do grão, continuam oscilando bastante em função dos problemas enfrentados pela cultura ao longo do ciclo, principalmente com o excesso de umidade. Muitos produtores estão tentando acelerar o processo de colheita das áreas semeadas com trigo para se dedicar com mais tranquilidade ao cultivo da soja.

Além dos problemas relacionados à qualidade dos grãos, os triticultores têm que enfrentar os baixos preços praticados no mercado. Atualmente, a saca de 60 kg de trigo está cotada em R$ 25,27, valor bem abaixo da média dos últimos cinco anos para o mês de novembro (R$ 30,57) e ainda menor se comparado com o preço de um ano atrás (R$ 40,38).

Gostou? Compartilhe