Jovens de escola gaúcha ganham prêmio em maior feira de ciência do mundo

Brasil foi representado por delegação com 25 estudantes, dos quais, sete eram do RS

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Cinco estudantes brasileiros ganharam prêmios, nesta sexta-feira (18), em Pittsburgh (EUA), com o encerramento da Intel Esef 2018, considerada a maior feira de ciência e engenharia do mundo. Entre eles, estão duas alunas do curso técnico de Química da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, de Novo Hamburgo (RS). 

 

Intel International Science and Engineering Fair teve início no último domingo (13), reunindo 1.792 finalistas de 81 países no Centro de Convenções de Pittsburgh. O Brasil foi representado por 25 jovens pesquisadores do Amapá, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. Os vencedores em 22 categorias receberam US$ 5 milhões (mais de R$ 18,7 milhões) em prêmios.

 

As gaúchas Laura Cavalheiro Brizola e Andrea Auler alcançaram o quarto lugar em Microbiologia, recebendo US$ 500 (mais de R$ 1,8 mil) pela conquista. O projeto Avaliação in vitro de citotoxicidade e genotoxicidade de um líquido iônico com atividade antifúngica avalia a viabilidade de usar um tipo de líquido iônico como o antifúngico, que verifica a nocividade em relação às células. Além disso, analisa se o líquido causa dano ao material genético.

 

O trabalho, credenciado pela Mostratec - tradicional mostra de ciência e tecnologia do RS -, é orientado pela professora Carla Kereski Ruschel. Outros cinco estudantes gaúchos também participaram da competição internacional.

 

Confira os demais brasileiros premiados:

3º lugar em Química – US$ 1.000 (mais de R$ 3,7 mil)
Detecção de drogas ansiolíticas em bebidas alcoólicas adulteradas
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório/RS
Aluna: Isabela Dadda dos Reis
Orientadora: Flávia Santos Twardowski Pinto
Credenciado pela Febrace

3º lugar em Ciências Médicas – US$ 1.000 (mais de R$ 3,7 mil)

Utilização de compostos bioativos microbianos no desenvolvimento de alternativa para combate de Cândida spp
Colégio Interativa – Londrina/PR
Aluna: Maria Vitória Valoto
Orientador: Fabio Luiz Ferreira Bruschi
Credenciado pela Febrace

3º lugar em Sistemas Embarcados – US$ 1.000 (mais de R$ 3,7 mil)
Dispenser autônomo de líquidos para recipientes com tamanhos variados
Colégio SER – Jundiaí/SP
Aluno: Gabriel Gelli Checchinato
Orientador: Ricardo Meca Parmezzano
Credenciado pela Febrace.

Gostou? Compartilhe