RS registra redução da acidentalidade envolvendo caminhões

Os dados foram apresentados pelo DetranRS na 20ª edição da Transposul

Escrito por
,
em
João Jardim Silveira, do DetranRS, palestrou sobre estatísticas da acidentalidade com caminhões

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Entre os anos de 2014 a 2017, o Rio Grande do Sul registrou uma redução de 22,7% nos acidentes com morte envolvendo caminhões. O número passou de 437 acidentes em 2014, para 338 em 2017. O registro de vítimas fatais também caiu de 509 em 2014, para 395 em 2017. Os dados foram apresentados pelo DetranRS na 20ª edição da Transposul - Feira e Congresso de Transporte e Logística, no final de junho no Fundaparque, em Bento Gonçalves. 

 

Do total de acidentes no período de quatro anos (1.531), 899 foram colisões frontais ou traseiras (58,7%). A estatística está associada a comportamentos de risco tais como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e falta de distância de segurança. Considerando a participação das vítimas, do total de 1.792 mortes, 782 foram de condutores dos veículos envolvidos - não necessariamente dos caminhões – (43,6%), 356 eram passageiros desses veículos (19,9%), 334 eram motociclistas (18,6%). Outros 203 eram pedestres que vieram a óbito (11,3%). 

 

Além de apresentar os dados da acidentalidade e oferecer informações no estande, o DetranRS levou à feira suas ações de combate a acidentalidade. O DetranRS reuniu representantes de instituições parceiras da Operação Viagem Segura para avaliar o trabalho dos primeiros seis meses de 2018. A operação conjunta de esforço de fiscalização para a redução da acidentalidade ocorre sistematicamente nos feriados e datas festivas. Participaram ANTT, Cetran/RS, Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), Polícia Civil, EPTC/POA, prefeituras de Porto Alegre, Canoas e Camaquã, assim como Lions Club. 

 

Premiação Transportadora da Vida

O público acompanhou a solenidade de entrega da 12ª premiação do Transportadora da Vida. Criado em 2007, o Programa capacita, faz auditorias e acompanhamento de ações nas empresas que pretendam  reduzir o número de infrações, acidentes e vítimas de trânsito nas rodovias. Neste ano, 25 empresas se inscreveram para o processo de certificação, que avaliam por uma lista de 23 itens de verificação. 

 

Para a premiação ouro, prata e bronze foram dez inscritas que, além de preencherem os requisitos do selo, apresentaram um case de educação e segurança e expuseram indicadores de desempenho no trânsito e idade média da frota.  Vinte motoristas profissionais que se destacaram pela preocupação com a segurança no trânsito também foram homenageados por suas ações. 

 

Empresas premiadas:

Troféu Ouro - Vitória Provedora Logística

Troféu Prata - Ritmo Logística S.A

Troféu Bronze - Transportes Rodoviários Letsara Ltda. 

Empresas certificadas:

Vitória Provedora Logística

Transportes Gabardo Ltda

Concessionária da Rodovia Osório Porto Alegre S/A

Transportes Rodoviários Letsara Ltda

Henrique Stefani Transporte e Logística Ltda

Modular Transportes Ltda

Ritmo Logística S/A

Scapini Transporte e Logística Ltda

Unidão Transportes e Logistica Ltda

Rodoviáro Bedin Ltda

Transportadora Transmiro Ltda

Transportes Dalçóquio Ltda

Transportadora Augusta SP Ltda

Rodoboll Transportes Ltda

Roglio Logística S/A

Translíquidos Ltda

Transportadora Hammes Ltda

HB Transporte e Logística Eireli 

Rodofama Transportes Rodoviários Ltda

TW Transportes e Logística Ltda.

Gostou? Compartilhe