Temer determina a continuidade das negociações do Regime de Recuperação Fiscal

A reunião entre o governador José Ivo Sartori e o presidente ocorreu na manhã desta terça-feira

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O governador José Ivo Sartori reuniu-se com o presidente Michel Temer, na manhã desta terça-feira (13), no Palácio da Alvorada, em Brasília, para tratar de um tema de extrema relevância para o Rio Grande do Sul: a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF). No encontro, Temer determinou a continuidade das negociações do RRF. Já nesta quarta-feira (14), as equipes técnicas terão nova reunião.

 

Após a autorização do Legislativo gaúcho, o governo do Rio Grande do Sul espera que as negociações para a adesão ao RRF avancem. Este avanço depende de questões técnicas, que já estão sendo superadas pelo Estado (em especial, a confirmação dos gastos com pessoal acima de 72%), mas também da vontade política do governo federal.

 

O presidente Temer determinou que se encontre uma solução jurídico-constitucional para o impasse sobre o comprometimento de gastos com pessoal. "O Brasil precisa do Rio Grande forte", afirmou.

 

O governador lembrou que o Rio Grande do Sul foi o estado brasileiro que fez a mais profunda reforma administrativa em sua estrutura: “Fizemos o dever de casa e era meu papel pedir prioridade em nome do Rio Grande do Sul".

 

Sartori também destacou que “o RS está vivendo um novo momento econômico e para isso é fundamental o ingresso de dinheiro novo no Estado. 2018 não pode ser um ano morto. Serei parceiro de todas as transformações que o país ainda precisa”.

 

Sartori agradeceu o empenho da bancada gaúcha no Congresso e o apoio dos ministros chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha; do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra; da Secretaria de Governo, Carlos Marun; e da Fazenda, Henrique Meirelles.

 

O governador estava acompanhado do vice-governador, José Paulo Cairoli; do ex-governador Germano Rigotto; do presidente da Sociedade de Engenharia do RS (Sergs), Luís Roberto Ponte; dos secretários da Segurança Pública, Cezar Schirmer; do Planejamento, Governança e Gestão, Carlos Búrigo; da Fazenda, Giovani Feltes; de Comunicação, Cleber Benvegnú; do procurador-geral do Estado, Euzébio Ruschel; do secretário-adjunto da Fazenda, Luiz Antônio Bins; e dos deputados federais Alceu Moreira, Mauro Pereira, José Fogaça e Darcísio Perondi.

Gostou? Compartilhe