Ações inovadoras do turismo gaúcho serão premiadas

Setor mobiliza mais de R$ 9 bilhões ao ano no Estado

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A próxima quinta-feira (18) será de festa para o turismo do Rio Grande do Sul. A partir das 19h30, no Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael, serão conhecidos os grandes vencedores do II Prêmio Inovação do Turismo RS.

O evento, promovido pela Secretaria do Turismo (Setur-RS), premiará as 25 melhores práticas do setor inscritas em seis categorias: Planejamento e Gestão, Estruturação de Produto, Hospitalidade, Entretenimento e Lazer, Promoção e Marketing e Produção Científica. Ao todo, o II Prêmio Inovação recebeu 261 trabalhos para avaliação, sendo que, destes, foram selecionados pela comissão julgadora 94 finalistas.

Segundo o secretário-adjunto do Turismo, Márcio Cabral, o evento encerra a gestão da secretária Abgail Pereira à frente da pasta provando a potencialidade do turismo gaúcho. “Este é um setor que mobiliza mais de R$ 9 bilhões ao ano no Estado, que emprega 200 mil trabalhadores e está diretamente engajado no desenvolvimento regional. O governo Tarso Genro apostou como nenhum outro no setor e o resultado é este que estamos vivenciando agora: o interesse de 76 munícipios em enviar seus projetos com o que há de melhor sendo produzido em suas localidades. Certamente, o turismo do Rio Grande do Sul está em outro patamar de competitividade a partir de agora” destaca.

Jurados

Os trabalhos finalistas foram escolhidos pelo presidente executivo do Convention & Visitors Bureau de Porto Alegre, Fernando Kambara, o presidente do Sindicato da Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre (Sindpoa), Henry Chmelnitsky, os empresários Tarcísio Michelon, Maurício Cavichion e Lourdes Fellini, a professora e turismóloga Eneida Brasil, os jornalistas Marcelo Nepomuceno, Rosane Tremea e Adriana Lampert, os publicitários Carolina Vellinho e Fábio Bernardi, o músico Ernesto Fagundes e a turismóloga e ex-servidora da Setur, Maria Helena Marques.

Categorias e subcategorias:

Categoria 1 - Práticas Inovadoras em Planejamento e Gestão

Subcategorias:
1.1 Sistema de gestão do turismo: Organização da governança regional e/ou municipal;
1.2 Monitoramento da atividade turística;
1.3 Captação de recursos para a atividade turística;
1.4 Gestão sustentável;
1.5 Turismo de base comunitária.

Categoria 2 - Práticas Inovadoras em Estruturação de Produto
Subcategorias:
2.1 Ecoturismo;
2.2 Turismo religioso;
2.3 Enoturismo;
2.4 Turismo rural;
2.5 Negócios e eventos (MICE);
2.6 Turismo histórico-cultural;
2.7 Turismo pedagógico;
2.8 Turismo de experiência.

Categoria 3 - Práticas Inovadoras em Hospitalidade
Subcategorias:
3.1 Serviços;
3.2 Qualificação profissional;
3.3 Acessibilidade.

Categoria 4 - Práticas Inovadoras em Entretenimento e Lazer
Subcategorias:
4.1 Parque natural;
4.2 Parque temático;
4.3 Evento.

Categoria 5 - Práticas Inovadoras em Promoção e Marketing
Subcategorias:
5.1 Estratégia de promoção;
5.2 Estratégia de marketing;
5.3 Marca turística.

Categoria 6 - Inovação em Produção Científica
Subcategorias:
6.1 Graduação;
6.2 Pós Graduação (lato sensu);
6.3 Mestrado e Doutorado (stricto sensu);

Gostou? Compartilhe