Estado autoriza abertura de espaços esportivos

A portaria da Secretaria Estadual de Saúde também traz uma série de regras que devem ser seguidas

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O governo do Estado, através de decreto, autorizou nesta terça-feira (15) a retomada das atividades de esporte amador em arenas e ginásios. Consultado pelo Município, o secretário estadual do Esporte e Lazer, Francisco Vargas, confirmou que os municípios podem adotar o Sistema de Cogestão para autorizar a prática esportiva nesses locais.

O secretário municipal de Esportes, Gilberto Bellaver, ressaltou que todos os protocolos devem ser seguidos com rigor. Conforme as determinações do Decreto Estadual 55.483/202, deve-se evitar todo o tipo de aglomeração entre os horários marcados, com intervalo de uma hora entre os jogos para higienização e adequação do espaço. Não é permitido o consumo, a comercialização e nem a utilização dos locais de entretenimento (bar, lanchonete, churrasqueira).

Apesar da confirmação do Secretário Estadual para o município de que regiões em cogestão podem reabrir os espaços esportivos, uma publicação no site do governo afirma: "Para que as atividades esportivas nestes locais possam ocorrer, as regiões Covid precisam estar em bandeira amarela ou há pelo menos duas semanas consecutivas na bandeira laranja. O que vale para a permissão são as cores das bandeiras, com os protocolos estabelecidos pelo governo do Estado, e não protocolos próprios aplicados em sistema de cogestão."

O Secretário municipal afirma que desde a possibilidade do decreto há muitas "informações desencontradas" e "muitas possibilidades de interpretação". "Neste momento estamos reabrindo os ginásios, se tivermos uma medida oficial do estado que nos delegue que temos que fechar, vamos fechar", afirmou Gilberto.

O decreto oferece a possibilidade dos ginásios e arenas desportivas privados reabrirem a partir de hoje, de acordo com Gilberto Bellaver. No entanto, os espaços públicos seguem fechados. Ele explica que neste caso é outra linha de raciocínio, já que os espaços privados sofrem com os efeitos econômicos.

Estado

Atividades esportivas que envolvem serviços de educação física, clubes sociais esportivos, clubes de futebol, competições esportivas e outros serviços estão liberadas em municípios com bandeira laranja (há pelo menos duas semanas consecutivas) e amarela no modelo do Distanciamento Controlado.

Nas academias, centros de treinamentos e estúdios, em regiões com bandeira laranja, haverá a permissão de 50% de trabalhadores presenciais. O atendimento presencial deve respeitar o distanciamento de no mínimo 10 metros quadrados por pessoa e material individual.

Nos treinos em piscinas, também em locais com bandeira laranja, será permitido 50% de trabalhadores presenciais. A prática esportiva deverá ocorrer com uma pessoa por raia para a natação e com distanciamento de 10 metros quadrados entre os praticantes.

Nos clubes sociais e esportivos, em regiões de bandeira laranja, será permitida a presença de 50% de trabalhadores. A prática dos esportes coletivos nas quadras fica permitida em quadras esportivas, sem público, com intervalo de uma hora entre os jogos e uso intercalado das quadras, para evitar aglomeração e permitir higienização.

Nos clubes de futebol profissional em disputa no Campeonato Brasileiro 2020 e na Copa Libertadores 2020 será permitida a presença de 25% dos trabalhadores. Treinos e jogos são exclusivos para atletas profissionais e sem a presença de público.

Nas competições esportivas de atletas profissionais será permitido 50% de trabalhadores presenciais, sem público. Para outros serviços que se enquadram no segmento esportivo, será permitida a presença de 25% dos trabalhadores.

Notícia atualizada às 16h20

Gostou? Compartilhe