Cidades decretam situação de emergência em razão das chuvas

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Em função da chuva forte que atinge a região desde o início da manhã, a prefeitura de Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, decretou situação de emergência, na tarde desta quinta-feira. A secretária de Desenvolvimento Social, Ana Cláudia do Amaral Teixeira, afirmou que está sendo enviada à Defesa Civil do RS a notificação preliminar de desastre (Nopred) para que o decreto seja homologado.

O prefeito de Mato Leitão, Carlos Alberto Bohn, também decretou situação de emergência e encaminhou Nopred à Defesa Civil. Segundo ele, arroios e córregos transbordaram, isolando localidades inteiras. O prefeito afirmou ainda que alunos do turno da manhã da Escolas Estadual Poncho Verde e da Escola Municipal Santo Antônio de Pádua ainda aguardam para ir embora. Um dos motivos é que quatro pontes ficaram submersas, o que compromete o acesso aos bairros da cidade. Há cerca de 35 famílias desalojadas e os prédios das escolas servem de abrigo.

Em Santa Cruz do Sul, pelo menos 27 famílias já saíram de casas alagadas nos bairros Beckenkamp e Carlota. Em reunião nesta tarde, a prefeita Kelly Moraes determinou que seja feito um mutirão de assistência aos moradores. Segundo ela, as aulas em parte das escolas do município já foram canceladas no turno da tarde como forma de precaução, já que a previsão é de mais chuva. A prefeita também deve assinar, até o fim da tarde, decreto de situação de emergência.

Fonte: Rádio Guaíba

Gostou? Compartilhe