Rodovia Norte-Sul é debatida na Assembleia

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O secretário de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, representou o governador Tarso Genro no seminário "Desenvolvimento e Ferrovias na Região Sul - Diagnóstico e Estratégias das Ferrovias no Sul do País", realizado no plenário da Assembleia Legislativa. O debate na manhã desta sexta-feira (26) teve a promoção do Parlamento gaúcho e da Câmara dos Deputados, com participação das frentes nacional e gaúcha de apoio à criação da Ferrosul. 

Na abertura do seminário, Beto ressaltou o momento histórico: pela primeira vez as unidades federativas da Região Sul unem esforços em prol do desenvolvimento regional em sintonia com o Governo Federal. "Representantes dos Estados do Codesul foram até a presidente Dilma para firmar este pacto, que se transformou em realidade pela concordância do Governo Federal em construir a segunda etapa da ferrovia Norte-Sul, ligando Panorama (SP) ao porto de Rio Grande", disse. 

O secretário também explicou que o conceito da ferrovia, com percurso desde o Pará até o Rio Grande do Sul, é de uma linha troncal sobre a qual são projetados ramais regionais. "Uma ferrovia não pode andar em ziguezague nem ficar fazendo muitas curvas para não perder competitividade". No Rio Grande do Sul, exemplificou, será imprescindível um ramal que ligue a Serra ao tronco central. 

Gostou? Compartilhe