Paralisia infantil: a 9 dias do fim da campanha, apenas 34% das crianças gaúchas foram imunizadas

A meta é reforçar a dose da vacina em, pelo menos, 95% das crianças de até 5 anos

Por
· 1 min de leitura
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Você prefere ouvir essa matéria?

Faltando 9 dias para o término da campanha de vacinação contra a poliomielite, apenas 34% das crianças gaúchas receberam a dose extra da imunização contra a paralisia infantil.

De acordo com o informe parcial de cobertura vacinal, divulgado na terça-feira (20) pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde, estima-se que haja uma população de 529.125 crianças de até 5 anos no Rio Grande do Sul que precisam receber o reforço contra a doença.

A campanha segue nos postos de saúde de todo o Estado até o dia 30 de outubro. Em paralelo, também ocorre a estratégia de multivacinação para atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente até 15 anos. "É responsabilidade dos pais e um ato de proteção vacinar os filhos. Várias doenças, que podem até levar a óbito, estão em circulação no Rio Grande do Sul, como o sarampo, por exemplo. Ainda mais agora, que estão sendo relaxadas as medidas de distanciamento social e retorno das aulas presenciais, é extremamente importante que todas as crianças e os adolescentes estejam com a caderneta atualizada”, explicou a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Tani Ranieri.

Tani destaca ainda que todos os postos de saúde estão seguindo medidas de segurança para evitar o contágio da Covid-19. “As unidades de saúde estão preparadas para receber os cidadãos”, completa.

*Com informações da Agência Estado RS

Gostou? Compartilhe