Inscrições para contratação emergencial da Rede Estadual de Ensino começam nesta segunda (28)

O prazo se encerra em 10 de janeiro de 2021

Por
· 1 min de leitura
O cadastro é destinado a professores, servidores e especialistas da área da Educação (Foto: Claudio Fachel/Palácio Piratini/Arquivo)O cadastro é destinado a professores, servidores e especialistas da área da Educação (Foto: Claudio Fachel/Palácio Piratini/Arquivo)
O cadastro é destinado a professores, servidores e especialistas da área da Educação (Foto: Claudio Fachel/Palácio Piratini/Arquivo)
Você prefere ouvir essa matéria?

Estão abertas, a partir desta segunda-feira (28/12), as inscrições para o Banco de Cadastro Temporário para Contratação Emergencial da Rede Estadual.

O cadastro é destinado a professores, servidores e especialistas da área da Educação. As inscrições ocorrem diretamente pelo site da Secretaria Estadual da Educação (Seduc) e se encerram em 10 de janeiro de 2021.

Diante da pandemia e da necessidade de garantir a segurança de professores e servidores no processo de seleção de contratação emergencial, evitando aglomeração, a Seduc adota mudanças administrativas.

Até o inicio do ano de 2020, os professores e servidores se inscreviam no site e depois levavam a documentação, que inclui dados pessoais e prova de títulos, diretamente na respectiva Coordenadoria Regional de Educação (CRE).

Agora, o candidato vai se inscrever no site e, ao finalizar a inscrição, receberá um link no e-mail pessoal com um código de acesso para incluir a documentação de forma totalmente on-line.

Conforme a diretora do Departamento de Recursos Humanos (DRH), Cleusa Flesch, a iniciativa, elaborada em parceria com a Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), Secretaria da Fazenda (Sefaz) e Procergs, vai acelerar o trâmite dos processos e diminuir o tempo de efetivação da contratação.

“Estamos qualificando nosso processo administrativo para garantir agilidade, transparência e a segurança dos nossos professores, especialistas e servidores da Educação. A partir de agora, a CRE vai validar a documentação de forma on-line e classificação dos candidatos vai sair diretamente pelo Diário Oficial do Estado”, afirma Cleusa.

Gostou? Compartilhe