Mandetta

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A saída do Ministro de Saúde, Luiz Henrique Mandetta foi e não poderia deixar de ser polêmica e amplamente comentada no país inteiro. Alguns a favor, outros contra e muitos sem opinião pois o que desejam são os encaminhamentos necessários para o combate da pandemia. 

Mandetta II

Importante destacar que o fato de ser a favor ou contra não determina sua ideologia, pois a ampla maioria sequer tem partido ou defende um ou outro político. O fato determinante é que Mandetta com toda a capacidade, boa vontade e trabalho foi irresponsável ao fazer queda de braço com o seu Chefe em apoio ao grupo político do DEM que faz oposição a Bolsonaro. 

Mandetta III

Não concordo que um Ministro em entrevista nacional desrespeite o Presidente ou faça provocações, poderia e deveria se limitar a falar da doença e do combate. Provocou e sabia das reações. Insubordinação é com certeza algo que não respeito. Agora isto não significa que concorde com as atitudes do Presidente no que se trata dos cuidados sanitários e orientações do isolamento para a população. 

Coronavírus 

Eu vejo manifestações ideológicas dos dois lados neste país e fico triste sim pelo descaso que alguns manifestam referente a ser contra ou favor do Bolsonaro, Lula, ou Maia e quem quer que seja. A discussão tem sido muito pequena e neste momento deveríamos estar unidos no combate ao vírus e também de apoio aos empresários que certamente sofrem com as questões econômicas. 

Coronavírus II

Discutir a abertura do comércio e serviços não é ser contra o isolamento e a preservação da vida e o contrário é verdadeiro. Discutir faz parte da democracia e ninguém é cego em não reconhecer que precisamos diminuir o possível os prejuízos que sabemos que teremos ao final desta pandemia. Não existem bandidos e mocinhos, os familiares e amigos que pensam o contrário da gente não precisam ser inimigos. Simples assim, pois respeito e diálogo mais do que nunca se fazem necessários neste momento. 

 Luciano Azevedo 

O Prefeito Luciano Azevedo tem tomado atitudes desde o início de coragem e sempre ouvindo as pessoas, entidades, lideranças e principalmente orientações técnicas. Não é fácil pois não se agrada todo mundo e muitos sequer reconhecem isto. Nenhum Prefeito deseja tomar medidas de isolamento e neste caso principalmente o Prefeito Luciano Azevedo. Luciano se reúne diariamente mais de 10 vezes com técnicos, setores da sociedade, equipe e autoridades estaduais e de Brasília. Cada decisão tem sido pensada e analisada e sabemos que o que é certo hoje poderá não ser adequado amanhã. 

Luciano Azevedo II

Antes de discutir a abertura do comércio, os hospitais receberam apoio da Prefeitura, foram comprados equipamentos de segurança, respiradores, testes e outras ações que possibilitou fazer este debate com as entidades de classe. Reuniões com Prefeitos da região, Ministros e outros agentes políticos importantes neste momento para o combate da doença. Prefeito tem feito sua parte, sua equipe também e as instituições que compõem o COE são dedicadas e estudiosas para tomar as decisões diárias. 

Importante

Para aqueles que municipalizam a discussão eu tenho uma coisa apenas a dizer. A situação é mundial, os problemas são sérios e devemos com certeza nos unir, tomar decisões, nos apoiar e saber que ninguém é inimigo de ninguém e sim todos somos inimigos do vírus. Se a situação fosse fácil, Nova York teria resolvido, Japão teria resolvido, Espanha, Reino Unidos, Equador, Paraguai entre outros. 

Gostou? Compartilhe