OPINIÃO

Reminiscências - As repercussões da morte de/em Getúlio Vargas

Por
· 4 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

“E atenção, atenção. Rio, urgente. O presidente Getúlio Vargas acaba de suicidar-se com um tiro no coração. Junto ao seu corpo foi encontrado um bilhete...”. A notícia, transmitida por Heron Domingues, em edição extraordinária do Repórter Esso, da Rádio Nacional, abalou a nação. O ato extremo do presidente naquele inicio da manhã do dia 24 de agosto de 1954, ficou imortalizado no último parágrafo da sua carta testamento: “Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história”. Uma das tantas placas em bronze com cópia do documento, encomendadas a pedido do governador Leonel Brizola (1959 - 1963) foi instalada a mais de sessenta anos na Praça Flores da Cunha, próximo ao busto do presidente que dá o nome ao município.


I I


Os principais fatos locais ocorridos entre a terça-feira, dia 24 e a noite do dia 27 de agosto, foram pautados na edição do semanário O Município de Getúlio Vargas, que circulou no dia seguinte. Distribuída nas seis colunas no alto da capa, e em três linhas, a manchete: “Consternada a Nação chora o desaparecimento do Presidente Vargas”. A matéria não é assinada, mas pelo estilo deve ter sido redigia pelo editor José Antônio Zaar. A conjuntura política que antecedeu ao suicídio abriu o texto, seguido pelo fato, e as manifestações populares em Porto Alegre. Com a outra metade da capa tomada pela reprodução da Carta Testamento, os parágrafos finais da reportagem foram publicados na página quatro da edição. Além dos reclames publicitários algumas notas da Câmara de Vereadores, editais de proclamas e um aviso da Associação Comercial.


I I I


Diferentemente de outras cidades, aonde jornais foram empastelados, emissoras de rádio tiradas do ar, e sedes de partidos invadidos, reinou a tranquilidade na então Cidade das Pontes. A única exceção foi noticiada na edição do jornal local “Incidente na Rádio Vera Cruz”. E em duas colunas a matéria: “O único incidente verificado nesta cidade como consequência do falecimento do Presidente da República teve lugar na Rádio Vera Cruz. Essa emissora continuou com os programas habituais não respeitando o luto e a consternação geral. Diante disso o gerente foi procurado por uma comissão de autoridades e membros do PTB, que solicitaram a suspensão dos discos inadequados. O gerente concordou em tirar a emissora do ar o que evidentemente fez. Mas depois disso empunhou seu revólver e uma faca intimidando os componentes da comissão que se retiraram”.


I V


O avião da Cruzeiro do Sul, que transportava o corpo de Getúlio Vargas do Rio de Janeiro, então capital da república, para São Borja, ainda não havia chegado ao seu destino, quando uma passeata de luto foi realizado pela Entidade Getuliense dos Estudantes (EGE). A iniciativa dos estudantes também mereceu a cobertura do semanário local. “Na tarde do dia 25, a EGE organizou uma passeata em sinal de luto a qual aderiu grande número de colégios e pessoas. A passeata ocorreu em absoluto silêncio sendo grande a omissão entre os presentes”. E segue a matéria: “O cortejo era precedido por um cartaz com os dizeres Getúlio Vargas não morreu para o Povo, vive e viverá nos nossos corações”. E encerra: “O cortejo estacional defronte a prefeitura sendo exposto no salão o cartaz e a foto do Presidente”.


Curtas:


# A campanha eleitoral de 2020 será muito diferente das anteriores em função da pandemia da Covid-19.


# Mas algumas práticas, como por exemplo, utilizar imagens e vídeos ao lado de proeminentes figuras do mundo político, deve persistir.


# De Erechim, Tiago The Police (PRTB), pré-candidato a prefeito, já anunciou que vai embarcar para Brasília no dia 06 de setembro.


# Na capital federal, o pré-candidato a prefeito da Capital da Amizade, pretende se encontrar com o presidente Bolsonaro (sem partido) e o vice-presidente Mourão (PRTB).


# Além de solicitar apoio ao ex-capitão e o ex-general, Tiago The Police pretende gravar com ambos um vídeo para ser utilizado na propaganda eleitoral.


# E ainda, quer convidar para participar da campanha, o deputado estadual Tenente Coronel Zucco (PSL), e os deputados federais Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Ubiratan Sanderson (PSL), este último natural de Erechim.


# Em Getúlio Vargas, o PRTB, que é presidido por Vlademir Tessari, oficial da reserva da Brigada Militar, também deverá apresentar candidato a prefeito, vice-prefeito e a Câmara de Vereadores.


# E por falar da campanha que se aproxima, pelo menos um instituto de pesquisa colocou sua equipe nas ruas de Getúlio Vargas.


# Durante a semana, no Calçadão da Praça Flores da Cunha, algumas pessoas foram convidadas a apontar quais os candidatos a prefeito e a vice-prefeito com maiores chances de lograr êxito.


# O serviço deve ter sido contratado por um partido ou coligação, e o resultado utilizado como indicativo para as convenções a serem realizadas.


# Localizado entre dois grandes centros, que possuem aeroportos em operações, o comandante Kraemer, de Erechim, poderá receber ainda neste ano uma empresa que deverá oferecer voos diários para Porto Alegre, e Canela.


# A Opção Turismo, que já obteve autorização do município de Canela e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para fazer voos comerciais.


# A empresa irá utilizar aeronaves ATR 42500, turboélice com capacidade para até 45 passageiros.


# De fabricação francesa o modelo ATR 42500 opera com um piloto, um copiloto e uma comissária, em pista de pouso de 1.500 metros e alcança velocidade cruzeiro de 485 km/h.


# A vice-prefeita Maria Helena Perin Tonin está à frente da administração do município de Estação desde a manhã de quarta-feira (26).


# Ela assumiu o cargo por dez dias, durante o período de férias do prefeito Humildes de Almeida Camargo (MDB).


Dito & Feito


A Assembleia Legislativa instala nesta sexta-feira (28) a Frente Parlamentar em Defesa das Associações dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes). A cerimônia virtual terá a presença do presidente do parlamento gaúcho, deputado Ernani Polo (PP) e do proponente de criação da Freapaes, deputado Paparico Bacchi (PL), bem como dos 39 deputados que integram o grupo parlamentar criado com o objetivo de promover o debate e ampliar o conhecimento sobre as questões relacionadas às Apaes.  


Gostou? Compartilhe