Três crianças estavam na casa onde aconteceu o triplo homicídio

Vítimas foram asfixiadas com lacres de plásticos amarrados nos pescoços

Por
· 1 min de leitura
Luciano Breitkreitz/ONLuciano Breitkreitz/ON
Luciano Breitkreitz/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Três pessoas foram mortas por asfixia na noite desta terça-feira (19), no bairro Edmundo Trein em Passo Fundo. Por volta das 21h 30 a Brigada Militar foi acionada por vizinhos para averiguar uma situação anormal em uma residência da rua Ernesto Ferron. Ao chegar no local foi constatado que três pessoas haviam sido mortas por asfixia.

Ketlin Padia dos Santos, 15 anos, a tia dela, Jennifer Padia dos Santos, 26 anos, e o pai da adolescente, Alessandro dos Santos, de 34 anos, foram encontrados já sem vida, e com lacres plásticos amarrados no pescoço.

Na residência ainda estavam três crianças, com idades entre 1 e 5 anos. Uma das crianças foi quem saiu da casa e pediu socorro aos vizinhos, explicando que sua mãe, o tio e a uma prima haviam sido mortas.

Aos vizinhos a criança relatou que dois homens haviam entrado na residência, e depois de conversar com seus familiares, eles pediram para que as crianças saíssem do cômodo e apagassem a luz, permanecendo viradas para a parede.

No terreno há duas casas, onde viviam três gerações de uma mesma família, totalizando oito pessoas. Eles moravam no local desde o mês de janeiro. Jennifer (mãe das três crianças) foi encontrada sem vida na cozinha, Alessando e Ketlin (pai e filha) foram encontrados sem vida em outro cômodo.

Os agentes da Delegacia de Homicídios e Desaparecidos de Passo Fundo ainda fazem diligências para buscar informações que possam ajudar nas informações que ajudem a elucidar o caso.

Gostou? Compartilhe