Presídio de Sarandi identifica seis detentos e dois servidores públicos com Coronavírus

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

A Secretaria da Administração Penitenciária e a Superintendência dos Serviços Penitenciários confirmaram nesta sexta-feira (29), que, em testes realizados nesta semana, no Presídio Estadual de Sarandi, foram identificados seis detentos (quatro mulheres e dois homens), além de um agente e uma enfermeira (servidora do município), positivos para o Coronavírus. Todos estão assintomáticos.

Os detentos identificados no teste foram imediatamente isolados e, posteriormente, transferidos para o Hospital Vila Nova, em Porto Alegre. Além disso, a administração da casa prisional e a Delegacia Penitenciária fizeram uma movimentação da população carcerária, em presídios da região, para permitir que aqueles internos que tiveram contato com os infectados pudessem permanecer em isolamento preventivo de 14 dias.

Em nota, a Seapen e a Susepe reiteraram que seguem monitorando o cumprimento dos procedimentos sanitários previstos na Nota Técnica e no Plano de Contingência, elaborado ainda em março, no início da pandemia, o que permitiu que o primeiro caso positivo de Covid 19 só fosse registrado mais de 60 dias após o seu início. Diante de novos cenários, com a expansão da pandemia e devido às limitações das estruturas arquitetônicas, especialmente as unidades menores, está havendo a migração para o modelo de Centros de Triagem regionalizados. Ao todo, até o momento, são sete casos de detentos infectados, em um universo demais de 38 mil pessoas presas.

Gostou? Compartilhe