Polícia prende Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Investigação apura esquema de ”rachadinha”

Por
· 1 min de leitura
Foto: Reprodução/InstagramFoto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Você prefere ouvir essa matéria?

A Polícia Civil de São Paulo prendeu, na manhã desta quinta-feira (18) em Atibaia (SP), o policial militar aposentado e ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Fabrício Queiroz.

Ele, segundo o portal G1, estava em um imóvel do advogado do parlamentar e foi levado para unidade da Polícia Civil. Queiroz é investigado por participar de um esquema de “rachadinha” e por movimentar R$ 1,2 milhão de maneira considerada "atípica", segundo relatório do antigo Conselho de Atividades Financeiras (Coaf), ainda quando Flávio Bolsonaro era deputado estadual no Rio de Janeiro. 

O advogado de Flávio Bolsonaro, e dono do imóvel de Atibaia onde Queiroz, participou, na quarta-feira (17), da cerimônia em que o presidente Jair Bolsonaro deu posse ao novo ministro das Comunicações, Fábio Faria, de acordo com o G1. 

A ação faz parte da Operação Anjo, que cumpre ainda outras medidas cautelares autorizadas pela Justiça, relacionadas ao inquérito que investiga a chamada rachadinha, em que servidores da Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) devolveriam parte dos seus vencimentos ao então deputado estadual Flávio Bolsonaro. 


Gostou? Compartilhe