Mulher morre após ser esfaqueada dentro do presídio

Crime ocorreu no alojamento feminino, onde estão acomodadas outras 17 presas

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A Polícia Civil investiga o homicídio que ocorreu no Presídio Regional de Passo Fundo na madrugada desta quarta-feira (23), e que vitimou uma presa do regime fechado. Veroni Ferreira, de 35 anos, foi morta a golpes de faca no alojamento feminino “3”, única cela destinada às mulheres.
Segundo informações da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), além da vítima, outras 17 apenadas estavam no alojamento.

Todas são suspeitas pelo crime e devem ser ouvidas pela polícia. Segundo o chefe de investigações, Volmar Menegon, se não surgirem os nomes das autoras, todas podem responder pelo crime. “Nós trabalhamos com hipóteses de disputa de poder ou represália, já que a vítima era uma espécie de xerife lá entre as presas”, comenta.


A apenada cumpria pena por tráfico de drogas e foi encontrada pelos agentes penitenciários com as pernas amarradas, escondida sob alguns travesseiros, depois que gritos foram ouvidos. Ela chegou a ser socorrida ao hospital, pelo Samu, mas não resistiu aos graves ferimentos e morreu.


O crime
Segundo informações extraoficiais, a mulher foi atingida por mais de cinquenta facadas, mas a polícia não confirmou a informação, já que aguarda laudo pericial. Conforme boletim de ocorrência, os agentes ouviram os gritos, foram até o alojamento e questionaram o que havia ocorrido, mas as presas alegaram que o tom de voz era alto entre elas, pois mantinham uma conversa com os detentos de outro alojamento.


Logo em seguida, um objeto foi jogado no pátio, pela janela. Ao conferir o que era, uma faca suja de sangue foi encontrada. Também foram ouvidos gemidos de uma mulher, o que fez com que os agentes retornassem à cela para nova conferência. Depois que as presas foram tiradas do local, os agentes deram falta de uma presa e a encontraram, já bastante ferida, a vítima.
Ao lado do corpo dela foi apreendida outra faca. Ambas as armas foram entregues à polícia.

Gostou? Compartilhe