Principal suspeito de homicídio se apresenta à polícia

Ele se resguardou o direito de permanecer em silêncio

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Acompanhado de um advogado, o principal suspeito do último homicídio registrado do município se apresentou à polícia na manhã de ontem. O homem, de 22 anos, se resguardou o direito de permanecer calado. Conhecido como “Pinto”, o investigado teria disparado pelo menos cinco tiros contra Henrique Galli Gomes, de 21 anos, que morreu algumas horas depois, no hospital.


Como o suposto autor não prestou esclarecimentos, a motivação do crime não ficou clara para a polícia. Mesmo assim, a equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) trabalha com a hipótese de crime passional, com base em depoimento de testemunhas.


O fato ocorreu na madrugada da última quinta-feira (21). Na ocasião, vítima e autor estavam na mesma festa, quando iniciou uma discussão entre os dois, dentro da casa noturna. Testemunhas relataram à polícia que a dupla já tinha um desentendimento e, inclusive, já havia ocorrido ameaças.


Após a briga, o autor do crime saiu da boate, que fica na rua Ângelo Pretto, na Vila Popular, e aguardou do lado de fora, armado. Os primeiros tiros, ainda segundo testemunhas, teriam sido disparados contra a vítima, pelas costas. Depois dos disparos, o suspeito fugiu. O suposto autor tem passagens pela polícia, enquanto adolescente, por tentativa de homicídio. O inquérito policial deve ser concluído nos próximos dias e remetido à Justiça logo em seguida.

Gostou? Compartilhe