Revista geral apreende diversos materiais ilícitos

Foram encontrados 226 celulares, o que significa uma média de um aparelho para cada três presos

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A mesa utilizada para expor os objetos apreendidos durante operação realizada ontem, no Presídio Regional de Passo Fundo, ficou pequena para arrumar todo o material. As fotografias divulgadas pela Brigada Militar reafirmam a fragilidade do sistema de segurança da penitenciária e revelam o comércio de drogas dentro do estabelecimento.


Durante a revista nas celas foram apreendidas seis balanças de precisão e mais de um quilo de drogas, entre cocaína, maconha e crack. Ainda foi encontrada uma “jiboia” – espécie de corda feita com lençol ou pedaços de roupas, utilizada para escalar muros.


Também foram encontrados 226 celulares, o que significa uma média de um aparelho para cada três presos. Já na lista das armas brancas estão 11 estoques - material utilizado para confeccionar facas artesanais – 21 facas e seis facões. Três serras e uma broca foram localizadas, além de sete pen drives e três cartões de memória. Ainda foram apreendidas uma lata de cerveja e um total de 63 litros de cachaça, que entraram na casa prisional ilegalmente.


Com um total de 697 presos, quase o triplo da lotação permitida, a ação realizada pela Susepe contou com apoio dos policiais do 3° Batalhão de Operações Especiais (BOE), do 3° RPMon e do 13 e 38 Batalhões Policial Militar. A última revista geral havia ocorrido há sete meses, em novembro do ano passado.


Drogas apreendidas
- Aproximadamente 339 gramas de crack
- Aproximadamente 118 gramas de cocaína
- Aproximadamente 867 gramas de maconha

Gostou? Compartilhe