Acusado de latrocínio atualiza rede social

Preso desde dezembro do ano passado, Gabriel Teixeira tem atualizações quase diárias no Facebook

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Um dos acusados de matar Tânia Mara Barreto, de 62 anos durante um assalto na madrugada do dia 22 de dezembro do ano passado vem atualizando as informações de seu perfil no Facebook de dentro do Presídio Regional de Passo Fundo. Gabriel Teixeira está preso desde o dia do crime, quando foi capturado junto com os comparsas, após matarem a vítima.

O perfil de Gabriel mostra, inclusive, uma foto tirada no momento em que ele e um dos cúmplices foram colocados dentro de uma viatura da Brigada Militar no dia do crime. Nos comentários postados pelo preso, há referências às visitas de familiares e da namorada, bem como um recado, destinado possivelmente à namorada em que ele dá um número de telefone para que ela possa entrar em contato.

Tânia Mara, que era mãe do piloto Cláudio Ricci, foi morta pelo grupo depois de ter a casa em que vivia na Rua Sílvio Romero no bairro Leonardo Ilha, invadida pelos criminosos que fugiram com o carro dela, um Fiesta, onde o corpo da vítima foi encontrado. Além de Gabriel, os outros três envilvidos no crime também permanecem no Presídio Regional de Passo Fundo à espera de julgamento. O caso da atualização das redes sociais será investigado pela direção da penitenciária.

Uso da internet no presídio não é novidade
Este não é o primeiro caso de presos do Presídio Regional de Passo Fundo que atualizam dados das redes sociais, mesmo confinados na casa prisional. Na última semana, o preso Dionatan Rafael Camargo, de 21 anos, condenado por roubo, também atualizou seu status no Facebook, mesmo recolhido à penitenciária. Antes de atualizar a rede social, Dionatan estava internado sob custódia policial no Hospital São Vicente de Paulo após ser baleado no pescoço em uma tentativa de assalto em que a vítima reagiu.

Gostou? Compartilhe