Adolescente era obrigada a se prostituir no centro de Passo Fundo

Policias Militares identificaram dois agenciadores, que ficavam com parte do dinheiro dos programas

Por
· 1 min de leitura
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Na madrugada desta segunda-feira (23), a Brigada Militar identificou um casal de agenciadores que obrigava uma adolescente a se prostituir na área central de Passo Fundo. Os policiais realizavam patrulhamento quando visualizaram uma adolescente sozinha na rua. Os policiais abordaram a garota, que informou que estava sendo obrigada a se prostituir. Ela disse que era ameaçada por duas pessoas, que ficavam com parte do dinheiro dos programas.
Os agenciadores estavam nas proximidades, mas fugiram com a chegada da Brigada Militar. Eles foram localizados minutos depois, foram identificados e tiveram os dados cadastrais atualizados. Foi necessário algemar um dos agenciadores, que estava bastante nervoso durante o registro da ocorrência. Eles não foram recolhidos ao presídio pelo perigo de contaminação ao Coronavírus. A adolescente disse que era obrigada a se prostituir há aproximadamente um ano.

Gostou? Compartilhe