Após fazer reféns em assalto, quadrilha envolvida com tráfico de drogas é presa

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Quatro pessoas foram presas na tarde de sexta-feira (22) por roubo a estabelecimento comercial e tráfico de drogas, em Passo Fundo. Foi apreendido com a quadrilha um revolver calibre.38 com seis munições, dinheiro e grande quantidade de droga.

 

Segundo a Brigada Militar, por volta das 17h50, uma guarnição foi informada via 190 de que um estabelecimento comercial, na rua Coronel Miranda, estava sendo assaltado.

 

Guarnições se deslocaram até o local e constataram que dois indivíduos armados anunciavam o assaltado e faziam reféns no local. Os agentes dialogaram com a dupla, que se renderam. Com eles foram encontrados um revólver calibre .38 com seis munições, R$ 600 em espécie e pertences das vítimas.

 

Próximo ao local do crime a BM localizou um veículo Corsa, usado pela dupla para cometer o assalto. A chave do veículo foi encontrada com um dos indiciados. Além dele, um Scenic também dava suporte, na Planaltina.  Lá, outros dois indivíduos foram abordados, um homem e uma mulher.

 

A dupla estava em uma motocicleta.  A mulher era esposa de um dos indiciados no assaltado na rua Coronel Miranda. Com o condutor estava uma quantia de cocaína. Segundo a Brigada Militar, a esposa do indiciado disse que no apartamento do casal havia mais drogas e que elas seriam do marido.

 

Os agentes foram até lá e encontraram 30 tabletes de maconha (27 quilos), oito cartelas de LSD (43 gramas), 184 gramas de crack, 155 gramas de ecstasy, 222 gramas de cocaína, duas balanças de precisão, um aparelho MHTV Anatel MHNET, um controle remoto, um notebook Lenovo e R$ 874, 20 em espécie.

 

Os quatro foram presos, encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e conduzidos ao Presídio Regional de Passo Fundo (PRPF). A quadrilha também foi reconhecida pela autoria de outros crimes.

Gostou? Compartilhe