Homicídios, latrocínios e furto de veículos reduzem no Estado

Dados da Secretaria de Segurança Pública do RS apontam que pelo menos 400 vidas foram poupadas

Por
· 1 min de leitura
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP/RS) divulgou os indicadores criminais do mês de agosto que apontam para queda nos homicídios, latrocínios e roubos de veículos no Estado em relação ao mês de julho.  Em todo o Estado, de acordo com os dados, quase 400 vidas foram preservadas, com homicídios caindo de 1.631 para 1.234 (-24,3%). Só em agosto, a redução de assassinatos no RS chegou a 40%, de 196 no mesmo mês do ano passado para 117.

 

Os dados também apontam saldos positivos em outros crimes. Em relação aos latrocínios, a queda do acumulado nos roubos com morte foi de 28,8%, passando de 66 ocorrências para 47 no RS. Na leitura isolada de agosto, o número se manteve estável no RS, com oito casos tanto neste ano quanto no anterior, e em baixa na Capital, de duas mortes para uma.

 

Os dados da SSP também corroboram Ao planejamento do programa RS Seguro, que prioriza o combate ao crime em 18 municípios. Esse conjunto de cidades foi responsável por 9 em cada 10 das vidas preservadas no Estado entre janeiro e agosto de 2019, na comparação com o total de homicídios em igual período do ano passado.

 

O número de assassinatos nesses municípios caiu 33,1%, de 1.080 para 722. Ou seja, das 397 mortes que deixaram de ocorrer em todo o RS, 358 foram evitadas nas localidades priorizadas pelo RS Seguro. Com foco territorial nas cidades mais violentas, o programa amplia o impacto das ações de repressão ao crime no resultado geral.

 

Furto de veículos no RS cai para o menor acumulado da história

 

Entre os crimes contra o patrimônio, o Estado alcançou uma marca histórica com o resultado dos indicadores criminais de agosto. No acumulado de oito meses, o furto de veículos caiu para o menor número de casos desde que a contagem foi iniciada, há 17 anos. O total de ocorrências baixou de 9.878 de janeiro a agosto do ano passado para 8.751 no mesmo período de 2019, o que representa queda de 11,4%.

 

Entre os roubos, de janeiro a agosto foram 7.821 carros, número ainda alto, mas o menor desde 2011 e que equivale a 31,1% a menos do que os 11.345 levados no mesmo intervalo do ano passado.

 

Outro destaque é a diminuição de 37% nos ataques a banco no RS. A soma de furtos e roubos a instituições bancárias caiu para 76 ocorrências entre janeiro e agosto de 2019, contra 121 registradas no ano anterior. Também houve quedas de 9,2% roubos (de 50.353 para 45.735), de 15% nos furtos (de 94.400 para 80.196) e de 26% nos roubos a transporte coletivo, incluindo passageiros e motoristas (de 2.199 para 1.625).

Gostou? Compartilhe