Mais de 20 mil maços de cigarros contrabandeados são apreendidos em Lagoa Vermelha

Por
· 1 min de leitura
Carga ocupava toda a caçamba e também o interior do veículo

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem que transportava cerca de 20 mil maços de cigarros contrabandeados no Paraguai em uma caminhonete roubada, na noite de terça-feira (5), na BR 470, em Lagoa Vermelha. O veículo, uma caminhonete Hilux estava com placas adulteradas de Nova Veneza/SC, mas era original de Passo Fundo. Além do motorista, outras duas pessoas que seguiam em um veículo Astra, também foram presas por informarem a presença da polícia na pista. Um deles é policial militar.

 

Com base em informações do serviço de inteligência da PRF, os agentes montaram uma operação na BR 470 e localizaram um veículo suspeito de crime transfronteiriço: uma caminhonete Hilux com placas de Nova Veneza/SC.

 

O veículo foi abordado, mas o motorista tentou fugir. Ele só parou em um bloqueio, realizado na rodovia com as viaturas, impedindo sua fuga. O motorista tem 50 anos e é natural de Palmitinho/RS.

 

A caminhonete estava carregada com cigarro contrabandeado. A carga ocupava toda a caçamba e também o interior do veículo, até o teto. O valor estimado da carga é de aproximadamente R$ 100. Além disso, a Hilux era clonada, emplacada originalmente em Passo Fundo/RS, e havia sido roubada em setembro deste ano.

 

Logo depois da abordagem da Hilux, foi abordado também um Astra com placas de Santa Terezinha do Itaipu/PR. No automóvel estavam dois homens: o motorista, de 39 anos, e o passageiro, de 33 anos, ambos paranaenses.

 

O condutor do carro, um policial militar do Paraná, portava uma pistola calibre 9 milímetros de origem norte-americana, sem registro. Os dois viajavam junto com a carga para avisar a presença da polícia ao longo do trajeto.

 

Os três foram presos e encaminhados para registro da ocorrência na Polícia Federal em Passo Fundo, onde foram autuados em flagrante por contrabando e receptação, sendo que o policial militar que conduzia o Astra foi enquadrado também por porte ilegal de arma de fogo.

Gostou? Compartilhe