Mais de 7 toneladas de carne apreendida são doadas

Estimativa é que carne alimente cerca de 15 mil pessoas carentes

Por
· 1 min de leitura
Ato simbólico da doação foi realizado na Draco

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

As 7,5 toneladas de carne apreendidas no final da tarde de terça-feira (1) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR 285, em Passo Fundo, foram doadas pela PRF, Brigada Militar e Polícia Civil para a Secretaria de Cidadania e Assistência Social (Semcas) de Passo Fundo na manhã de sexta-feira (4). O ato simbólico foi realizado na Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e estima-se que mais de 15 mil pessoas sejam beneficiadas com a doação.

 

A carne estava dentro de um caminhão-baú, com placas de Carazinho/RS, e era usada como subterfúgio para o transporte de 1,1 tonelada de maconha, escondida em um fundo falso no interior do caminhão.

 

A carne passou por inspeção e, por estar apta para consumo, foi representado ao Poder Judiciário pela doação das 7,5 toneladas a entidades beneficentes de Passo Fundo. O pedido foi deferido pelo Juiz Ricardo Petry, que substitui a 1ª Vara Criminal da Comarca de Passo Fundo.

 

Segundo o secretário da Semcas, Wilson Lill, que coordena a doação, as 7,5 toneladas serão distribuídas entre 15 entidades filantrópicas e ONGs de Passo Fundo, além de 60 escolas municipais e entidades de assistência social do município.

 

O delegado da Draco, Diogo Ferreira, comemorou a doação, por atingir milhares de pessoas carentes, e pelo impacto que a apreensão causou no crime organizado – uma vez que, além de perder a droga e os caminhões, perderam a carga de carne utilizada como meio para burlar as autoridades.

 

 Apreensão

 

A carne doada estava dentro de um caminhão-baú e seria distribuída junto com a droga no município de Carazinho, segundo a PRF. O veículo era conduzido por um motorista de 50 anos, natural de Mundo Novo/MS, preso em flagrante por tráfico de drogas.

 

Além dele, outros dois indivíduos, um de 25 anos, natural de Cascavel/PR, e outro de 38 anos, de Carazinho, também foram presos pelo mesmo crime. Eles estavam em outro caminhão-baú que ia na frente, informando a presença de polícia na estrada.

 

Gostou? Compartilhe