Mulher é presa por manter casa de prostituição de menores em Marau

Casa de prostituição funcionava no centro da cidade. Os policiais encontraram uma jovem de 17 anos no local

Por
· 1 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Na tarde desta quinta-feira, a Polícia Civil de Marau efetuou a prisão de uma mulher de 35 anos suspeita de agenciar menores em uma casa de prostituição. O estabelecimento funcionava no porão de uma residência localizada na avenida Júlio Borella, centro de Marau. De acordo com informações do setor de investigações da Polícia Civil, Inspetor Marcos Pradegan, a mulher foi presa em flagrante após informações de que ela agenciava menores para efetuar programas. Ao chegar ao local foi constatada a presença de uma menina de 17 anos. Juntamente com a jovem foi apreendido em torno de R$ 450,00 em moeda corrente além de objetos utilizados nos programas. A jovem possuía registro de desaparecimento efetuado pela mãe há poucos dias e estaria orientada a informar de que sua presença no local era devido a manter um relacionamento com o filho da proprietária, também menor de idade. “O delito é consideravelmente alto o que prevê pena de 4 a 8 anos. O crime é inafiançável”, acrescentou o inspetor.

Ainda de acordo com a polícia, no local funcionava um bar sem alvará e liberação de funcionamento. Na estrutura do prédio existia quartos onde eram realizados os programas que chegavam a custar até R$ 80,00.

Após ser lavrado o flagrante a mulher foi encaminhada ao Presídio Regional de Passo Fundo e a menor devolvida a sua família.

Fonte: Vang/JM

Gostou? Compartilhe