BALA PERDIDA: “O que aconteceu desestruturou emocionalmente nossa família”, diz avó de menino baleado na cabeça

Por
· 1 min de leitura
Divulgação / PC Divulgação / PC
Divulgação / PC
Você prefere ouvir essa matéria?

O autor do disparo que atingiu uma criança de 1 ano e oito meses na cabeça, na noite de sexta-feira (21), em Passo Fundo, deve se apresentar à polícia. A informação foi confirmada pela delegada Daniela Minetto, responsável pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pela investigação do caso. 

As circunstâncias do fato foram investigadas durante todo o final de semana pela Polícia Civil. Segundo testemunhas ouvidas em depoimento, uma briga teria motivado os disparos de arma de fogo. A família do menino não tinha nenhuma relação com o fato. Eles retornavam para casa em um Gol, por volta das 23 horas, e, ao passarem pela rua Jairo Gasparotto Lemos com a Giavarina, no bairro São Luiz Gonzaga, um disparo atravessou o vidro traseiro do carro. A bala atingiu a cabeça do menino, que estava no banco traseiro com a mãe e o irmão, de quatro anos. O carro era conduzido pelo pai dos menores, que seguiu imediatamente para o Hospital São Vicente de Paulo. A criança precisou passar por cirurgia e segue internada em estado grave no Centro de Terapia Intensiva. 

A avó do menino disse ontem à tarde que o fato envolvendo seu neto desestruturou emocionalmente toda a família. Segundo ela, a filha e o genro estão muito abalados. “Estamos pedindo que Deus ajude nossa família neste momento”. 

Ela descreveu como inacreditável o que aconteceu com a família e que o menino era feliz e alegre. “Ele ficava muito ansioso em ver o pai chegar em casa. Fazia muita festa com ele, sempre muito alegre”, disse. A avó contou que a família havia saído de casa para dar carona para outro familiar, e que o crime aconteceu quando eles já estavam retornando, nas proximidades de casa. “Eu vi ele outro dia, sempre muito alegre, eu nem sei qual seria a minha reação se eu pudesse ver ele hoje no hospital”, afirmou.


Gostou? Compartilhe