Acusado de aplicar golpe do bilhete é condenado

Homem é apontado com autor de três crimes cometidos no ano passado em Passo Fundo. Golpes geraram prejuízo de R$ 33 mil às vítimas

Por
· 1 min de leitura
 Crédito:  Crédito:
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

 

Felipe Kopik Machado, de 31 anos, foi condenado pelos crimes de estelionato, na modalidade do chamado "golpe do bilhete premiado". Ele é acusado de participação de três golpes em Passo Fundo no ano passado. A condenação ocorreu no último dia 19.


De acordo com a sentença, entre os dias 10 e 16 de junho de 2016, nas cidades de Nova Alvorada e Passo Fundo, Felipe e outros dois indivíduos aplicaram um golpe em uma idosa de 60 anos. Este crime teve início nas proximidades do Hospital de Olhos da Universidade de Passo Fundo e continuou pelos dias seguintes, em Nova Alvorada, local de residência da vítima. No total, o trio recebeu R$ 25 mil da vítima.

No dia 23 de maio, uma mulher foi vítima do golpe e perdeu R$ 1 mil, em frente ao Hospital IOT, em Passo Fundo. Já no dia 8 de junho, novamente nas proximidades do Hospital de Olhos da UPF, uma idosa de 73 anos foi vítima do mesmo golpe e entregou R$ 7.500,00 ao trio.

Felipe foi preso no dia 26 de outubro de 2016 e solto no dia 19 de maio deste ano. Ele foi condenado a quatro anos de prisão em regime aberto. Entretanto, ele teve a pena substituída por outras duas : prestação de serviços à comunidade pelo tempo de duração da pena imposta; e pagamento de multa às vítimas no valor dos golpes. Os outros dois denunciados tiveram o pedido de prisão revogado pelo Tribunal e Justiça e aguardam realização de audiência.

Gostou? Compartilhe