Batalhão Ambiental apreende peixes nativos provenientes de pesca predatória

Os peixes estavam sendo comercializados em uma feira de produtores em Nicolau Vergueiro

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ONDivulgação/ON
Divulgação/ON

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Na manhã deste sábado (22), o 3º Batalhão Ambiental da Brigada Militar recebeu a denúncia de comércio de peixes nativos, das espécies Traíra, Bicudo e Cascudo, na feira do produtor no município de Nicolau Vergueiro. Após averiguação nas bancas, os policiais constataram dentro de um veículo de um dos feirantes, uma caixa de isopor com peixes nativos congelados, sem procedência, sem laudo da vigilância sanitária, e sem autorização para comercialização. O responsável é um homem já conhecido pela prática de pesca predatória na barragem de Ernestina, e responderá por crime ambiental. Os peixes foram recolhido e descartados, pois não tem laudo para comercialização.

Gostou? Compartilhe