Depen divulga Mapeamento de Mulheres grávidas, idosas e doentes no sistema prisional

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ONDivulgação/ON
Divulgação/ON

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) publica mapeamento de mulheres presas grávidas, parturientes, mães de crianças até 12 anos, idosas ou doentes no sistema prisional brasileiro. O levantamento junto às Unidades Federativas brasileiras realizado pela Diretoria de Políticas Penitenciárias do Departamento, tem como objetivo ter dados de mulheres presas com intuito de reunir informações para enfrentamento do novo Coronavírus (COVID-19). Foram identificadas que 4.052 possuem doenças crônicas ou doenças respiratórias e 208 estão grávidas entre outras informações.

Para obter as informações, o Depen solicitou que todos os estados e o Distrito Federal preenchesse uma planilha que solicitavam as seguintes informações:  listagem de mulheres que estejam na condição de gestantes, de puérperas e de mães de crianças com até 12 anos de idade sob sua responsabilidade;  listagem de mulheres com idade igual ou superior a 60 anos e listagem de mulheres com doenças crônicas ou doenças respiratórias. Todas as UFs responderam.

Segundo o Infopen de dezembro de 2019, o encarceramento feminino está aumentando. Desde 2016, havia uma queda na quantidade de mulheres presas, nesse período chegou a ser 41 mil mulheres. Em 2018, foram contabilizadas 36,4 mil mulheres e, em dezembro de 2019, aumentou para 37,2 mil mulheres. 

No mapeamento realizado em março de 2020, do total de mulheres presas 12.821 são mães de crianças até 12 anos, 434 possuem idade igual ou superior a 60 anos.

São 4.052 presas que estão com doenças crônicas ou doenças respiratórias. As doenças mais comuns entre as mulheres são hipertensão 2.452 aparições, HIV 434 aparições e diabetes com 411.

Gostou? Compartilhe