Polícia desativa laboratório de maconha geneticamente modificada

Esquema funcionava na zona rural do município de Casca

Por
· 1 min de leitura
Divulgação / PC Divulgação / PC
Divulgação / PC
Você prefere ouvir essa matéria?

A Polícia Civil descobriu um laboratório de maconha geneticamente modificada na cidade de Casca. Na manhã desta quinta-feira (10), os policiais localizaram o laboratório. Além da DP de Casca, também participaram da ação policiais das delegacias de Marau e Serafina Corrêa. Um homem foi preso na ação. 

O delegado Thiago Zaidan esclarece que a investigação durou quatro meses. Na operação foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão na zona rural do município. Além do flagrante, foram apreendidas mudas de maconha, vasos prontos para revenda, sementes modificadas geneticamente e diversos objetos utilizados para produção de droga, como reatores e lâmpadas de mercúrio.

O preso também tinha em sua residência armas de fogo não registradas e munições não deflagradas.

O homem, apontado como responsável pelo laboratório, foi preso e encaminhado ao sistema prisional, onde deverá permanecer à disposição da Justiça.

Gostou? Compartilhe