Eleições presidenciais já tem cinco candidatos confirmados

Convenções partidárias iniciaram na sexta-feira e seguem até o dia 5 de agosto

Escrito por
,
em
7 de outubro será o primeiro turno das eleições

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Nos primeiros três dias de convenções nacionais, cinco candidatos a presidente da República foram confirmados pelos partidos políticos: Ciro Gomes (PDT), Paulo Rabello de Castro (PSC), Guilherme Boulos (PSol) e Vera Lúcia (PSTU). Agora à tarde, no Rio de Janeiro, o PSL oficializou Jair Bolsonaro como candidaato. Enquanto o PSol e o PSTU lançaram a chapa completa, o PDT, PSC e PSL ainda vão escolheram os candidatos a vice-presidente.

Os convencionais do PDT aprovaram uma resolução autorizando a Executiva Nacional a negociar as alianças para o primeiro turno das eleições e o vice de Ciro Gomes. O PSC também vai articular um vice que agregue apoios, mas o candidato demonstrou disposição de ter uma mulher na sua chapa.

O PSol formou uma chapa puro sangue: Sônia Guajajara será a candidata a vice de Boulos. O partido, no entanto, disputará as eleições de outubro coligado com o PCB, que realizou convenção na última sexta-feira e aprovou a aliança. O PSTU optou por não fazer coligações. O vice de Vera Lúcia será Hertz Dias.

O PMN e o Avante realizaram ontem (21) convenções nacionais e decidiram não lançar candidatos a presidente da República. Na convenção, o Avante decidiu dar prioridade à eleição de deputados federais: terá uma chapa com cerca de 80 nomes e pretende eleger pelo menos cinco. 

O Avante não definiu se apoiará algum candidato a presidente no primeiro turno. Já o PMN decidiu que não dará apoio a nenhuma chapa nas eleições presidenciais.

Defensor da propriedade privada, Bolsonoro, criticou Alckmin dizendo que ele lhe fez um favor de reunir o que tem de pior na política. Disse aos convencionais do partido que vai privatizar o máximo de estatais no país e que se for eleito, vai compor um ministério a partir de competências e não cores partidárias ou religiosas. 

Os partidos têm até o dias 5 de agosto para realizarem suas convenções nacionais. As candidaturas podem ser registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até 15 de agosto. No próximo sábado devem se reunir SD, PTB, PV, PSD e DC.

 

*Atualizada às 15h27

Gostou? Compartilhe