Lula é recepcionado com aplausos e protestos no RS

Na segunda parada da caravana, em Santana do Livramento, ato reuniu os ex-presidentes, Pepe Mujica, do Uruguai, e Rafael Correa, do Equador

Escrito por
,
em
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi recepcionado entre aplausos e protestos, ontem, em Bagé, primeira cidade gaúcha a receber a caravana que permanece até sexta-feira no Rio Grande do Sul. Lula desembarcou por volta das 10h30min, no aeroporto da cidade. A comitiva seguiu direto para a Universidade Federal do Pampa (Unipampa), por uma estrada secundária em razão dos protestos. A vinda ao RS faz parte da quarta etapa da Caravana Lula pelo Brasil. A agenda inclui programação em 19 cidades. Após, ela segue por Santa Catarina e Paraná. O encerramento está marcado para o dia 28, em Curitiba. A passagem por Passo Fundo está marcada para a próxima sexta-feira. Ele fará uma visita à Universidade Federal da Fronteira Sul.

 

As manifestações contrárias à presença de Lula em Bagé iniciaram cedo. Utilizando caminhões, tratores e ônibus, os ruralistas fizeram uma carreata pelo centro de Bagé. Depois, seguiram pela estrada principal à Unipampa. Utilizando um guindaste, com uma cela e um boneco imitando o ex-presidente, com roupas de presidiário, tentaram bloquear o acesso. No trajeto, o ônibus em que estava Lula, foi atingido por uma pedrada. O autor da violência acabou detido pela Brigada Militar. Um manifestante pró-Lula também foi detido. Os protestos começaram no início do mês, através de uma moção de repúdio assinada por 14 dos 17 vereadores do município.

 

No Campus, Lula, acompanhado da ex-presidente, Dilma Rouseff, foi ovacionado por dezenas de simpatizantes. Ela abriu o ato destacando a destinação de recursos dos governos do PT aos produtores rurais.

 

Lula fez uma fala rápida ao público. Ele lembrou da vinda a Bagé, em 2005, justamente para anunciar a criação da Universidade. Sobre os protestos, definiu como fascista a tentativa de impedir sua visita ao Campus, através de um pedido encaminhado ao Ministério Público.


"Essas pessoas deveriam ter feito o protesto quando a gente criou a universidade, porque a elite desse País nunca quis que a população tivesse acesso à educação”, disse o ex-presidente. “A nossa primeira universidade só foi criada no século XX. A elite desse país mandava os seus filhos para estudar na Europa e o povo pobre mal e porcamente terminava o segundo grau”.


Encontro com Mujica
Após passar por Bagé, Lula seguiu para Santana do Livramento. O encontro, na Praça Internacional, centro da cidade, reuniu ainda os ex-presidentes Pepe Mujica, do Uruguai, e Rafael Correa, do Equador.

 

Programação no Rio Grande do Sul

Terça (20)
Santa Maria, 14h, reunião com reitores e diretores na Universidade Federal de Santa Maria
19h – Ato público na Nova Santa Marta

 

Quarta (21)
14h, visita aos museus de Jango, de Getúlio e ao túmulo de Getúlio Vargas, em São Borja

 

Quinta (22)
9h, visita sítio arqueológico de São Miguel Arcanjo, em São Miguel das Missões
12h30, parada em Cruz Alta
18h, ato com movimentos sociais em Palmeira das Missões

 

Sexta (23)
9h30, visita a unidades do Minha Casa Minha Vida Rural em Ronda Alta
13h, Visita ao campus de Passo Fundo da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS, fundada em 2009)
19h, Ato político em São Leopoldo

Gostou? Compartilhe