Deputado percorre Estado para ampliar bases do partido

Reunião com prefeito na tarde de sexta-feira teve intenção de estreitar laços para as eleições do próximo ano

Por
· 1 min de leitura
Deputado apresentou nesta semana projeto que prevê o IPVA Verde.

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O deputado João Reinelli (PV) esteve em Passo Fundo na tarde desta sexta-feira (10) em agenda com o prefeito Luciano Azevedo. O encontro teve a intenção de iniciar um diálogo e um possível apoio para as eleições de 2016. Segundo ele, o partido projeta nomes, aqui em Passo Fundo, como do coordenador dos Conselhos Municipais, Ginez Campos e Paulo Pinheiro para compor um quadro para pleitear uma vaga no Legislativo. Nas últimas eleições, o PV elegeu nove vereadores em todo o Estado.

Reinelli é o primeiro deputado estadual eleito pelo PV e um dos objetivos do roteiro pelo Estado é ampliar as bases e as estruturas do partido para no futuro conquistar uma possível reeleição ou pleitear uma vaga no Congresso Nacional.

Pauta verde
A pauta do PV reúne cada vez mais adeptos já que aborda questões relacionadas a mecanismos e ações sustentáveis para o futuro. Dentro dessa abordagem o deputado também aponta dentro do seu mandato propostas que visam a sustentabilidade. Uma delas é o IPVA Verde. O projeto foi protocolado ainda nesta semana na Assembleia Legislativa e sugere a isenção do IPVA aos carros elétricos e híbridos.

Carros com mais de 20 anos
Um dos pontos abordados dentro deste contexto é o fim da isenção do pagamento do IPVA para veículos com mais de 20 anos. O parlamentar justifica que estes veículos são um dos mais poluidores por não possuírem tecnologia que reduzam a emissão de gases poluentes. Ele aponta que a isenção para estes veículos é uma espécie de incentivo para que continuem circulando.

Pelo texto da proposta a isenção para os veículos deixa de ser para os fabricados há mais de 20 anos, passando para a frota com mais de 30 anos. O deputado Reinelli quer com isso contribuir também para que haja uma mudança na cultura de se pensar primeiro no bolso e depois na qualidade de vida e no meio ambiente. “É preciso repensar algumas atitudes e provocar a sociedade para que estabeleça um pacto social que ajude a prevenir problemas mais sérios no futuro, que nem é tão distante assim”.

 

Gostou? Compartilhe